in

Everton Cebolinha não perdoa Inter após eliminação na Copa do Brasil

Lucas Uebel/Gremio FBPA
Publicidade

Everton Cebolinha foi revelado pelo Grêmio e tem muita identificação com o clube gaúcho. Atualmente, o atacante defende o Benfica, de Portugal, mas segue acompanhando os jogos que acontecem no Brasil e tem mais liberdade para provocar o maior rival do imortal.

Na quarta-feira, o Inter enfrentou o América-MG pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. Após perder a primeira partida por 1 a 0, o Colorado precisava de uma vitória simples para levar a decisão da vaga nas semifinais para os pênaltis.

Foi o que aconteceu. O Inter venceu por 1 a 0 e houve disputa de pênaltis. O time comandado por Lisca Doido levou a melhor, após Thiago Galhardo e Uendel perderem os pênaltis.  Nas redes sociais, a rádio Pachola, formada por gremistas, comentou a eliminação do Inter.

Publicidade

Everton Cebolinha respondeu a postagem em tom irônico. “Fico triste com uma notícia dessas”, disse o atacante. Um flamenguista criticou Cebolinha, dizendo que o atacante precisa jogar bola e ele rebateu falando sobre a eliminação do Flamengo. O Rubro-negro caiu na Copa do Brasil diante do São Paulo.

Publicidade

Além de Everton Cebolinha, outro ex-gremista que comemorou a eliminação do clube foi o atacante Jael. Ele postou vídeo assistindo às cobranças de pênalti e comemorou após a última cobrança perdida por Uendel. O América-MG avançou à semifinal e enfrenta um adversário de peso, o Palmeiras.

Na outra chave, o Grêmio de Cebolinha e Jael, duela contra o São Paulo. As partidas acontecem no fim de dezembro. A final da Copa do Brasil está marcada para fevereiro do ano que vem devido à pandemia do coronavírus, que alterou o calendário das competições.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Daniel Alves escreve carta aberta aos torcedores do São Paulo e alfineta diretoria

Vagner Mancini pode mudar esquema do Corinthians e jogar com três zagueiros