in

Edílson ignora Palmeiras e crava São Paulo como campeão brasileiro

Reprodução Band

Ex-jogador de futebol e atual comentarista do programa Os Donos da Bola, da Band, Edílson aposta no São Paulo de Fernando Diniz como campeão brasileiro deste ano. O Brasileirão terminará apenas no ano que vem devido à paralisação do futebol entre março e julho por causa da pandemia.

Questionado se o Palmeiras vai ser campeão brasileiro, Edílson foi direto em sua resposta e cravou o São Paulo como provável campeão nacional. O Tricolor não ergue a taça desde 2008, quando conquistou o tricampeonato. O Palmeiras foi campeão em 2016 e 2018.

“O Brasileiro é do São Paulo. Ninguém vai tirar o Brasileiro do São Paulo esse ano. (…) O gringo chegou no Palmeiras e está fazendo um bom trabalho, deu sequência no que o Cebola fez. Agora, para ganhar o título, principalmente o Brasileiro, o São Paulo está muito na frente, até porque tem alguns jogos atrasados”, respondeu Edílson.

São Paulo pode assumir liderança do Brasileirão

O São Paulo é o terceiro colocado no Campeonato Brasileiro com 36 pontos em 18 partidas disputadas. O Atlético-MG tem 38 pontos e lidera a competição, mas já disputou 20 partidas. Com 21 jogos, o Internacional também tem 36 pontos e aparece à frente do time de Fernando Diniz no número de gols marcados. As equipes empatam em vitórias e saldo de gols.

Publicidade

Com os três jogos que tem para disputar, o São Paulo pode chegar a 45 pontos. Mesmo que o Atlético-MG vença o jogo que falte, chegaria a 41 e ficaria quatro pontos atrás. Nas últimas cinco partidas, o time de Fernando Diniz venceu quatro jogos e empatou um. Apenas o Grêmio conseguiu desempenho parecido nas últimas cinco rodadas.

Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Vagner Mancini prepara mudanças no Corinthians para enfrentar o Grêmio

Diretoria do São Paulo encaminha contratação de Miranda, mas depende das eleições no clube