in

Morre lenda do futebol conhecido como o Garoto de Ouro

Sportlink
Publicidade

Conhecido como garoto de ouro, o jogador fez história no futebol americano desempenhando talentos como de corredor, zagueiro, recebedor e chutador. Com atuação principal no Green Bay Packers, ele ajudou o clube a ser bem sucedido na NFL.

Paul Hornung tinha 84 anos e teve a sua morte confirmada por familiares nesta sexta-feira (13). Os clubes Louisville Sports Commission o Pro Football Hall of Fame foram os primeiros a receberem a informação da morte da lendo do futebol. 

Diagnosticado com demência, o atleta chegou a processar a empresa de equipamentos esportivos Riddell por conta da má qualidade dos capacetes, o qual não o protegeram de sérias lesões na cabeça. Durante atuação no Packers, Hornung sofreu diversas intercorrências na região o que teria gerado a sua demência.

Publicidade

Carreira e hall da fama

Em 1956, Hornung levou para a casa o Troféu Heisman. Em 61, 62, 65 e 66 ele venceu o NFL MVP em quatro clubes em qual jogou. No ano de 1963, o jogador foi suspenso da liga por participar de apostas da NFL e se relacionar com pessoas suspeitas e só retornou no ano seguinte. Em 1986, ele foi incluído no Hall da Fama.

Publicidade

O garoto de ouro chamou a atenção até mesmo do presidente do Estados Unidos na época. O presidente John F. Kennedy concedeu uma licença do exército para que ele jogasse e não fosse convocado para servir.

Em 1967, o futebolista americano participou da primeira equipe do Super Bowl, mas foi afastado por causa de uma lesão em um nervo. No mesmo ano, Hornung entrou para New Orlean, mas não atuou pelo Saints, se aposentando logo após ser escolhido pelo time.

Publicidade
Avatar

Escrito por Ariane

Formada em pedagogia em 2011, atuo como redatora desde 2015. Produzo conteúdo sobre o que sou fã. Séries, músicas e tudo que envolve o mundo pop.

Next post

De saída? Vice do Grêmio fala sobre renovação do técnico Renato Gaúcho e deixa torcedores em alerta

Renato Gaúcho provoca jornalistas após ser questionado sobre chances do Grêmio no Brasileirão