in

Andrés Sanchez bate o martelo sobre saída de Cássio do Corinthians

Publicidade

O Corinthians iniciou a temporada sob comando do técnico Tiago Nunes, apostando em uma mudança de filosofia e em uma campanha de sucesso em 2020. Os resultados estiveram longe de atingir as expectativas dos dirigentes e o treinador acabou sendo demitido.

Agora sob comando de Vágner Mancini, o Timão busca peças no mercado da bola para tentar se livrar da zona de rebaixamento à segunda divisão nacional.

Corinthians no mercado da bola

O atacante Boselli, de 35 anos, está em fim de contrato e deverá deixar o Timão em breve. O jogador é alvo do Querétaro, do México, e a equipe paulista não deverá dificultar o acerto. Boselli viveu altos e baixos no Corinthians e não é unanimidade entre os torcedores.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Sidcley está de malas prontas para o Dínamo de Kiev, da Ucrânia, e Fábio Santos foi o escolhido para ocupar a vaga. O novo reforço chega do Atlético-MG, após rescindir seu contrato, e também dividiu a opinião dos torcedores. Alguns elogiam o campeão mundial, outros alegam que a boa fase do atleta ficou no passado.

Saída de Cássio do Timão

O goleiro Cássio esteve em campo diante do Flamengo, na goleada sofrida por 5×1, e desabafou após a partida na Neo Química Arena.

“Mas nesse momento acho que estou sendo escudo, tudo é culpa do Cássio. Tem todo direito de ser criticado, mas no momento em que eu atrapalhar o Corinthians, é melhor eu procurar outro lugar”, disse o goleiro.

O UOL entrou em contato com o presidente do Timão, Andrés Sanchez, e apurou que não há qualquer possibilidade do goleiro deixar a equipe no momento.

Publicidade
Publicidade