in

Em entrevista, Robinho dá sua versão sobre a acusação de estupro que está sofrendo

G1
Publicidade

O jogador Robinho se pronunciou sobre a sentença de condenação por violência íntima. Ele falou sobre o assunto pouco tempo após anunciar a suspensão do contrato com o Santos, nesta última sexta-feira, 16 de outubro. A sentença em primeira instância condenou Robinho e um amigo a nove anos de prisão pelo crime.

Durante uma entrevista concedida ao portal de notícias UOL, o jogador Robinho foi contundente e negou qualquer tipo de envolvimento íntimo com a jovem que fez a acusação. Inclusive, o atleta ressaltou que teve o consentimento da mulher até o momento em que teria deixado a cena. Ele também disse que não se recorda de tudo que ocorreu na madrugada do dia 22 de janeiro de 2013 e fez críticas ao que chamou de falta de contexto em trechos da sentença mostrados em reportagem do GE.

O ex-jogador do Santos contou com detalhes o tipo de envolvimento que teve com a jovem. Ele relata que a mulher se aproximou dele e que tiveram contato com consentimento dela, porém não teria chegado a acontecer algo mais íntimo. Uma conversa referente ao mês de janeiro de 2014, que foi gravada com a autorização judicial da Itália, o atleta afirmou a Jairo Chagas, músico que tocou na boate onde estavam no dia, que teria tentado algo mais íntimo com a vítima.

Publicidade

Na verdade, Robinho alega que as traduções feitas das mensagens entre ele e amigos no dia seguinte ao caso estaria fora de contexto. O atacante ainda fez críticas ao movimento feminista e disse: “Infelizmente, existe esse movimento feminista. Muitas mulheres às vezes não são nem mulheres, para falar o português claro. E se levantam contra porque coisas que homens”.

Publicidade

Na entrevista, o atacante também falou sobre o que considera ter sido o seu grande erro sobre o caso. O jogador afirma que seu maior erro foi ter traído a sua esposa e frisou que não abusou de ninguém.

A decisão do Tribunal de Milão ainda pode ser contestada pelos advogados do jogador e seu amigo Ricardo Falco, que é outro brasileiro acusado pelo crime. Os defensores dos dois entraram com recurso contestando a sentença. O resultado da análise deve acontecer no dia 10 de dezembro.

Publicidade

Corinthians x Flamengo: onde assistir ao clássico de dois gigantes do futebol

Condenado a 9 anos de prisão por estupro, Robinho diz em entrevista que o seu erro foi trair a esposa