in

Após duras reclamações de Renato, Gaciba se manifesta e pede respeito

Divulgação CBF / Divulgação Grêmio
Publicidade

O ex-árbitro Leonardo Gaciba é chefe da comissão de arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e não gostou da forma como Renato Portluppi, treinador do Grêmio, se manifestou após partida do Imortal contra o Santos, na Vila Belmiro, neste domingo. O Grêmio perdeu por 2 a 1.

Os dois gols do Santos foram marcados de pênalti. Renato criticou a arbitragem e não poupou palavras. Gaciba, sem citar o treinador, criticou pessoas que, segundo ele, passaram da dose na hora de fazer alguma crítica.  O chefe de arbitragem da CBF deu entrevista ao Globo Esporte.

“Acima de tudo, críticas todos podem fazer. Fico feliz que as decisões técnicas estão sendo corretas. Isso é muito bom. Mas, independentemente de acerto ou erro, tem que manter o respeito. Um respeito mútuo, pois cobro dos meus árbitros. Eles devem respeitar para serem respeitados. Não estou falando de fatos específicos, mas a rodada como um todo algumas pessoas passaram da dose”, disse Gaciba.

Publicidade

O ex-árbitro disse ainda que algumas críticas passaram do normal, mas afirmou que não é seu papel cuidar desse assunto. Em seguida, Gaciba citou o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). “Nossa função é continuar trabalhando”, afirmou.

Publicidade

Gaciba também explicou que não nenhum tipo de interferência na comissão de arbitragem, que tem total autonomia para trabalhar, segundo ele. Além de Renato Portaluppi, o presidente do Vasco, Alexandre Campello, e o treinador do Bahia, Mano Menezes, também criticaram a arbitragem após rodada do fim de semana.

Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Schumacher: revelados detalhes preocupantes sobre saúde do ex piloto

Fernando Diniz comenta vitória sobre o Palmeiras e afasta rumores de demissão