in

Raí dá cartada final após torcida pedir demissão de Diniz por conta da vexatória eliminação na Libertadores

Danilo Fernandes/FramePhoto/Estadão Conteúdo
Publicidade

O São Paulo viveu a amargura da eliminação precoce ainda na fase de grupos da Libertadores 2020. Diante do acontecimento, o trabalho do técnico Fernando Diniz voltou a ser questionado pela torcida. Uma determinada parcela mais inconformada chegou a pedir a cabeça do treinador, cujos trabalhos vem apresentando resultados pouco consistentes dentro das quatro linhas.

Mesmo diante da indignação de muitos torcedores, o atual diretor-executivo de futebol do São Paulo, Raí, decidiu bancar o treinador, garantindo a sua permanência no Morumbi. O dirigente lamentou a eliminação do clube, que terá um título a menos a ser disputado nesta temporada de 2020. Apesar disso, mostrou-se esperançoso em uma evolução do time atual nas condições de momento, com Diniz no comando.

Publicidade

“Sim, com a comissão técnica, com o Diniz (segue). A gente sabe que tem muito trabalho, muita seriedade, muito conteúdo, mas a gente tem que melhorar. Tivemos duas competições nesta temporada, completamente atípica com a pandemia. Tivemos duas competições (Paulista e Libertadores) e estamos fora”, disse Raí, em entrevista ao GE.

Publicidade

Este não foi o único vexame recente do São Paulo no torneio continental. Na última edição da Libertadores, caiu para o Talleres ainda na repescagem, antes mesmo da fase de grupos. Mesmo com o retrospecto recente desfavorável, Raí crê na evolução do time.

Com a terceira colocação na fase de grupos da Libertadores, o São Paulo deverá disputar a Sul-Americana. O clube terá também a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro como competições potencialmente favoráveis para a conquista de títulos nesta temporada.

Avatar

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.

Grêmio abre conversa com árabes por Cuéllar; estágio da negociação é atualizado

Grêmio recebe proposta irrecusável de R$ 15 milhões por jovem prodígio da base e diretoria encaminha a venda