in

Jair Bolsonaro deseja sorte a Borrachinha, mas lutador é derrotado no UFC

Flickr Alan Santos / Reprodução Combate
Publicidade

O brasileiro Paulo Borrachinha disputou o cinturão da categoria peso-médio do UFC 253, em Abu Dhabi, contra o nigeriano Israel Adesanya. Durante a encarada um dia antes da luta, Borrachinha provocou o oponente e jogou sobre uma ele uma faixa branca. O lutador brasileiro afirmou que é faixa preta de jiu-jitsu.

Durante a luta, porém, o nigeriano levou a melhor e venceu Borrachinha aos 3m59s do segundo round por nocaute. Essa foi a primeira derrota de Borrachinha em 14 lutas. Adesanya aumentou sua invencibilidade para 20 combates. Além de vencer o brasileiro, Adesanya ainda deu uma “sarrada” em Borrachinha.

Borrachinha é apoiador de Jair Bolsonaro

Apoiador do presidente Jair Bolsonaro, Paulo Borrachinha recebeu uma mensagem do chefe do Executivo antes da luta. No Twitter, Bolsonaro desejou sorte ao lutador. “Bom trabalho hoje, campeão”, escreveu o presidente. Depois da luta, Borrachinha respondeu.

Publicidade

“Obrigado presidente. Na próxima voltarei com o cinturão”, escreveu o lutador. Anos atrás, após vencer uma luta do UFC, Borrachinha mandou um recado ao Bolsonaro. A ligação entre eles e o apoio do presidente fez com que muitos brasileiros torcessem contra o lutador, que acabou virando piada nas redes sociais, após a luta.

Publicidade

“Borrachinha humilhado. O nigeriano dominou amplamente, nocauteou, sarrou na bunda dele, dançou no octógono com ele ainda lá, e ainda chamou de burro na entrevista. Eu acho é pouco”, afirmou um internauta. “Pera aê, vei. Adesanya deu uma sarrada no Borrachinha”, disse outro.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Flamengo pode ter até sete novidades para próxima partida

Vem Cavani? A última esperança do Grêmio para contratar o atacante uruguaio