in

Giovanni Piccolomo viaja para assinar com o Cruzeiro: ‘Falta jogador desse tipo no Brasil’

Reprodução/O Tempo
Publicidade

Um dos maiores clubes do futebol brasileiro e com uma história de muitas conquistas, o Cruzeiro hoje vive um momento completamente diferente. A equipe tenta se reestruturar na segunda divisão do Campeonato Brasileiro e enfrenta grande pressão por parte de seus torcedores.

O início de campanha na Série B não vem agradando e a equipe está mais próxima da zona de rebaixamento à Série C do que propriamente do grupo de acesso à elite nacional.

Reforço na Toca da Raposa

O Cruzeiro segue mapeando o mercado da bola em busca de reforços e procura por novos nomes que possam agregar ao elenco formado em 2020. Giovanni Piccolomo, de 26 anos de idade, foi o escolhido para comandar o meio-campo da equipe, deixou o Coritiba e viaja para assinar contrato em Belo Horizonte.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

O jogador sofreu com algumas lesões recentes e ainda precisa buscar sua melhor forma física, no entanto, é visto como um meia de qualidade e o próprio Rafinha, ex-Cruzeiro, afirmou que o atleta é um camisa 10 clássico e que estaria em falta no país alguém com suas qualidades.

“Eu gosto mais do Giovanni como um 10. Ele jogou alguns jogos ano passado mais recuado, buscando mais a bola na defesa, tem um bom lançamento também. Mas eu, particularmente, gosto mais dele do meio para frente. Ele finaliza muito bem, acha os atacantes naquele último passe. O futebol brasileiro falta jogador desse tipo. Eu acho que ele pode render muito mais como 10”, disse o ex-jogador do Cruzeiro em sua entrevista mais recente.

Próximo compromisso

O próximo compromisso do Cruzeiro na Série B será diante do Avaí, na cidade de Belo Horizonte, em duelo válido pela 11ª rodada da competição. Ambas as equipes chegam pressionadas para conseguir o resultado positivo e também enfrentam problemas financeiros nos bastidores.

Esta será a terceira partida de Ney Franco à frente do Cruzeiro, tendo vencido seu primeiro compromisso e após sofrer um revés em sua partida contra o CSA.

Publicidade
Publicidade