in

Cazares aceita redução de salário para reforçar o Corinthians; valor é revelado

Foto: Mauricia da Matta/Photo Premium/Lancepress!
Publicidade

No momento, o Corinthians está disputando apenas o Campeonato Brasileiro, mas encontra muitas dificuldades na competição e o técnico Dyego Coelho está trabalhando forte para que essa situação melhore o mais rápido possível.

A diretoria alvinegra está empenhada em ajudar o atual treinador a aplicar melhorias em seu elenco. Sendo assim, os dirigentes do clube acertaram a contratação do meia-atacante Juan Cazares, que estava afastado no Atlético-MG.

O Galo aceitou liberar o atleta para o Timão, que arcará com seus salários, além de pagar R$ 500 mil em luvas para o próprio jogador, que teve que aceitar um salário de R$ 380 mil para defender o Corinthians nessa temporada.

Publicidade

Com a camisa do Atlético-MG, Cazares recebia cerca de R$ 450 mil mensais, um valor muito alto para os padrões do futebol brasileiro. O Corinthians, por sua vez, não estava disposto a pagar esse valor mensalmente ao atleta.

Publicidade

Demostrando muita vontade em defender o Corinthians, o meia de 28 anos aceitou receber cerca de R$ 70 mil a menos do que recebia no Galo. A intenção do jogador é voltar a atuar em alto nível e encontrou essa possibilidade no Corinthians.

Ao que tudo indica, Cazares chegará ao Corinthians para vestir a camisa 10 e ser o responsável pela armação de jogadas. No momento, essa responsabilidade está sendo de Luan, que se recupera de lesão.

Com a chegada de Juan Cazares, aumenta muito a possibilidade de Luan deixar a posição de armador e encontrar uma forma melhor de jogar na equipe de Dyego Coelho.

Vale destacar que o meio-campista Luan chegou ao Corinthians para ser um dos principais destaques do elenco, mas ainda não demostrou um bom futebol e vem sendo criticado no decorrer dos jogos.

Avatar

Escrito por Vinicius Araújo

Redator i7 Network - Notícias do mundo do futebol.

Corinthians vence concorrência e acerta contratação de lateral

Denilson se irrita ao vivo e não poupa Fernando Diniz e Tchê Tchê