in

Diniz barra Brenner e não poupa o time para o duelo contra o Santos; Tricolor está de olho no River Plate

Erico Leonan/saopaulofc.net
Publicidade

O treinador do São Paulo, Fernando Diniz, conseguiu tirar de si a pressão desencadeada por parte da torcida, tendo em vista os bons retrospectos recentes. Por conta disso, o alvo de cobranças segue sendo a diretoria, sobretudo com relação ao presidente Leco. Neste meio tempo de sucessos dentro de campo, alguns craques do Tricolor apresentaram ótimo desempenho, como nos casos de Hernanes e Luciano.

O último duelo, contra o Red Bull Bragantino, encerrou com um empate em pleno Morumbi. Os visitantes chegaram a balançar as redes com Raul e, mesmo diante da forte intensidade de jogo do São Paulo, poucas chances foram criadas. O resultado desagradou à torcida, que enxergava neste duelo uma boa oportunidade para encostar no líder Internacional.

O próximo confronto do Tricolor é ainda mais duro. A equipe embarca para o litoral paulista, encarando Santos neste sábado (12) às 19h (de Brasília) na Vila Belmiro. A provável escalação do São Paulo deve ser formada por: Tiago Volpi; Igor Vinicius, Diego Costa, Léo e Reinaldo; Tchê Tchê, Gabriel Sara, Hernanes e Igor Gomes; Vitor Bueno e Luciano.

Publicidade

Juanfran e Brenner devem perder espaço no time titular. Paulinho Bóia também fica como opção na reserva. Mesmo com os olhares atentos para a Libertadores, Fernando Diniz preferiu não poupar o seu time, e irá com forçam máxima diante do rival na Vila Belmiro.

Publicidade

No torneio continental, a situação do São Paulo também não é confortável. O time soma uma vitória e uma derrota em três jogos, diante de LDU e Binacional, respectivamente. Embora ocupe a vice-liderança do grupo D, soma os mesmos três pontos de todos os demais clubes.

Publicidade
Avatar

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.

Andrés Sanchez já tem um novo favorito para substituir Tiago Nunes no comando do Corinthians

Maicon fica irritado com cobranças de torcedor por conta da crise no Grêmio: ‘Torce mais pelo seu time, amigo’