in

Palmeiras: Galvão Bueno diz que é ‘absurdo’ pedir demissão de Luxemburgo

Cesar Greco / Palmeiras
Publicidade

O Palmeiras empatou com o Internacional na última quarta-feira (02), por 1 a 1, e o resultado aumentou a pressão sobre o técnico Vanderlei Luxemburgo. Embora o Verdão tenha conquistado o Campeonato Paulista 2020, após 12 anos na fila, o estilo do comandante não tem agradado muitos torcedores.

Nas redes sociais, internautas perderam a paciência e pediram a demissão do treinador. Segundo o UOL Esporte, até membros da diretoria alviverde querem o fim do vínculo com Luxemburgo. No Brasileirão, o clube paulista ocupa a sétima colocação na tabela, com 10 pontos. Em seis jogos, a equipe de Luxa teve apenas duas vitórias – e quatro empates.

Raramente a torcida do Palmeiras é unânime em algo, e o desespero em ver este time do Luxemburgo jogar é um sentimento geral. Ainda há tempo de trocar o comando e tentar salvar a temporada“, escreveu um usuário do Twitter.

Publicidade

Criticado no Palmeiras, Luxemburgo é defendido por Galvão Bueno

Após as críticas, o narrador Galvão Bueno saiu em defesa de Luxemburgo. Em programa do SporTV, o locutor afirmou que pedir a demissão do comandante no momento atual é um absurdo. Além disso, o comunicador declarou que a capacidade de Luxa não deve ser questionada com apenas sete rodadas de Campeonato Brasileiro.

Publicidade

Pensar em tirar o Vanderlei Luxemburgo neste momento me parece um absurdo sem proporções. O cara vem, monta um time para ser campeão paulista, tira o time de uma fila gigantesca desde a última conquista, que tinha sido dele mesmo. É o maior vencedor de Campeonato Paulista, é o maior vencedor de Campeonato Brasileiro que existe“, disse ele.

A opinião de Galvão também causou furor no Twitter. “Sim, Galvão, é melhor deixar o seu Flamengo disparar para demitirmos o Luxa quando o campeonato já estiver perdido“, ironizou um torcedor.

Publicidade
Next post

Com salários atrasados, Souza fica próximo deixar o Al Ahli; São Paulo se interessa e encaminha negócio

Morre menino de 6 anos que entrou em campo com jogador Cássio do Corinthians; Timão se solidariza