in

Após saída de Alexandre Pato, Diniz joga tudo no ventilador e jogador rebate

Reprodução: São Paulo
Publicidade

A situação do São Paulo não é nada fácil. Em ano de eleição, o clube vive um momento bastante conturbado e não é de hoje. Sem título desde 2012, o Tricolor tem preocupado a torcida. Desde 2009, o único título da equipe foi a Copa Sul-Americana de 2012.

Acostumado às grandes conquistas, a torcida se preocupa com o momento e não consegue enxergar no horizonte um momento de paz. Para piorar, os rivais do estado colecionaram títulos nos últimos anos. Somente o Tricolor para traz.

Nos últimos dias, o ambiente ficou conturbado. O atacante Alexandre Pato rescindiu contrato com a equipe e há diversas versões circulando. Uma delas foi dada por Fernando Diniz após o empate contra o Bahia, por 1 a 1, no Estádio do Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro, na noite de quinta-feira (20).

Publicidade

O treinador falou sobre os últimos negócios do clube. “A troca foi por iniciativa do Everton. Assim como Anderson Martins, assim como Pato. Os jogadores que estão no São Paulo, um time desse tamanho, e querem sair, acho que têm que sair mesmo. Tem que ficar quem quer ficar”, disparou Diniz.

Publicidade

O comandante do Tricolor disse ainda que foi responsável pela melhora de Pato no primeiro semestre deste ano. Diniz garantiu que não pediu o afastamento dele. O jornalista Marcio Spimpolo, da Jovem Pan, afirmou que o atacante entrou em contato com ele e negou que tenha pedido para deixar o clube do Morumbi. Em meio à confusão, a torcida do Tricolor lamenta o momento difícil e a falta de perspectiva. Alguns já pedem a demissão de Fernando Diniz.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Renato Portaluppi recebe má notícia no Grêmio e diretoria intensifica busca por jogador

Cartola FC: 3 dicas quentes para escolher o capitão da sua seleção