in

Jean Pyerre vive drama pessoal fora de campo e recebe apoio de Diego Souza

Divulgação Grêmio
Publicidade

O meia Jean Pyerre é uma das grandes promessas do Grêmio. O jogador tem passado por momentos difíceis em sua vida pessoal e o Imortal passou a ser seu segundo plano devido aos problemas de saúde com o pai, que contraiu Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

O pai de Jean Pyerre chegou a ser internado em estado grave e a situação fez com o filho fosse afastado pela direção do Grêmio. O meia voltou a atuar no fim de semana, no empate contra o Corinthians por 0 a 0 pelo Campeonato Brasileiro. Diego Souza perdeu um pênalti.

O centroavante, aliás, comentou sobre o momento de Jean Pyerre e revelou detalhes dos bastidores. Segundo o jogador, o treinador Renato Portaluppi tem conversado com o jogador e o orientado. “O Renato tem conversado com ele. Ele também tem que assumir essa responsabilidade para saber o quanto está focado“, disse Diego Souza.

Publicidade

O jogador também afirmou que sabe que o colega de elenco tem passado por momentos difíceis. “Sabemos que ele está passando por problemas particulares. Se ele optar por ficar de fora, vamos aceitar”, afirmou o centroavante do Grêmio.

Publicidade

Atualmente, o Grêmio é o sexto colocado no Campeonato Brasileiro, com cinco pontos. Até o momento, são dois empates e uma vitória. Equipes que estão atrás do Grêmio disputaram apenas uma partida e podem ultrapassá-lo se vencerem a terceira partida. Além do Brasileirão, a equipe de Renato disputa também Copa Libertadores da América e Campeonato Brasileiro. Jean Pyerre é fundamental diante de tantas partidas importantes que o clube terá pela frente.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Grêmio segue em busca de atacante e Renato bate o martelo sobre nome de 4 milhões de euros

Eduardo Sasha chega ao Atlético-MG e dispara contra presidente do Santos: ‘Falta de respeito e de postura’