in

São Paulo renova contrato com Rojas e detalhe no novo vínculo chama a atenção

Divulgação São Paulo
Publicidade

O atacante Joao Rojas foi um dos destaques do São Paulo em parte da campanha de 2018. Naquele ano, o time comandado por Diego Aguirre chegou a ser líder do Campeonato Brasileiro, mas acabou perdendo fôlego e não conseguiu evitar que o título fosse para o Palmeiras.

Rojas se machucou durante o ano de 2018 e está fora de combate até hoje. São quase dois anos sem jogar pelo São Paulo, mas parte da torcida mantém esperança no futebol do jogador. A diretoria e comissão técnica também parecem acreditar em sua recuperação. 

O atacante é um jogador que atua pelos lados do campo, justamente onde o São Paulo precisa de atletas, já que o time de Fernando Diniz costuma afunilar muito as jogadas pelo meio. O Tricolor acaba de perder Everton, negociado com o Grêmio pelo centroavante Luciano.

Publicidade

Em relação a Joao Rojas, o jogador renovou contrato com o São Paulo até fevereiro do ano que vem, quando terminam Copa Libertadores da América, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil. A informação foi divulgada pelo jornal O Dia, do Rio de Janeiro.

Publicidade

A assinatura do contrato já foi feita e há uma questão importante e curiosa nele: uma renovação automática até o fim de 2021. Para isso, Rojas precisa jogar 40% das partidas até fevereiro. Se isso acontecer, o vínculo é renovado automaticamente.

O São Paulo tem as três competições citadas acima pela frente. Serão muitos jogos e Rojas, se estiver à disposição, certamente será usado pelo treinador Fernando Diniz. O Tricolor não conquista um título desde 2012 e a torcida está muito carente de conquistas. 

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Bruno voltará ao Brasileirão e tem estreia marcada; goleiro cumpre pena em regime aberto pela morte de Eliza

Grêmio segue em busca de atacante e Renato bate o martelo sobre nome de 4 milhões de euros