in

Luto no futebol brasileiro: ex-jogador de 27 anos morre após infarto fulminante

Arquivo pessoal da família de Rayzinho | Associação de Futebol de Beja/Divulgação
Publicidade

Faleceu neste sábado (1º) o ex-jogador de futebol profissional Ray Gomes de Souza, aos 27 anos. O clube mais importante de sua carreira foi o Goiás, que figura a elite do Campeonato Brasileiro. O portal de notícias Mais Goiás conseguiu uma entrevista com o pai da vítima, Osmar Gomes que, embora muito abalado, deu detalhes sobre o ocorrido.

“A gente não aceita, mas só Deus sabe o que faz”, desabafou o pai após perder o seu filho. No momento da entrevista, Osmar ainda estava no Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo), pouco tempo após o óbito ser atestado. No momento, a família aguardava a liberação do corpo de Ray, cujo falecimento se deu no fim da manhã.

Ray trabalhava no momento do infarto

Ainda de acordo com o familiar do ex-jogador, Ray estava trabalhando no momento em que começou a passar mal. O ex-atleta exercia o ofício de vendedor e morava na cidade de Aparecida de Goiânia (Goiás) na companhia de Osmar Gomes, a mãe e a irmã.

Publicidade

“Foi fulminante”, lamentou um amigo, que foi informado pelo primo do jogador e que preferiu não se identificar. “Nunca teve nenhum problema, esbanjava saúde”, disse sem entender.

Publicidade

Passagem pelo Goiás

Rayzinho, como era conhecido pelos companheiros do esporte, passou pelo Goiás em 2014. No mesmo ano, foi companheiro de Bruno Henrique, um dos craques da atual geração do Flamengo, quando atuou pelo time do Itumbiara.

A última atuação de Rayzinho no futebol profissional aconteceu no ano de 2019. Na ocasião, defendeu as cores do América de Morrinhos. Pelas redes sociais, amigos e familiares prestam suas últimas condolências.

Publicidade
Avatar

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.

Next post

Palmeiras x Ponte Preta: escalação do Verdão para a semi do Paulistão

Presidente diz que Flamengo foi ‘vacinado’ com saída de Jorge Jesus e explica técnica ‘anti-traição’ a Domènec