in

Hospital Albert Einstein erra resultado de 26 exames para a Covid-19 em time que enfrentou Corinthians

Rodrigo Coca - Divulgação
Publicidade

Uma das sensações da edição 2020 do Paulistão, o Red Bull Bragantino acabou sendo eliminado pelo Corinthians na última quinta-feira (30). Para este duelo em questão, o Massa Bruta poderia não ter boa parte de seus jogadores por conta de um erro do Hospital Albert Einstein nos exames da Covid-19.

De acordo com jornal O Globo e com o blog do Rodrigo Matos, do UOL Esporte, o renomado hospital errou os resultados de 26 testes para o Covid-19 realizados com jogadores e estafe do Red Bull Bragantino. Os atletas que tiveram o “falso positivo” foram afastados e só puderam jogador porque exames realizados em cima da hora apontaram negativo.

Procurado, o laboratório do Einstein informou que houve uma divergência nos testes do Massa Bruta por problemas em um reagente utilizado. O hospital foi escolhido pela CBF para realizar os testes dos jogadores que disputam o Paulistão e o Brasileirão. A situação gerou uma discussão no Conselho Técnico da Federação Paulista e o problema foi comunicado à Confederação Brasileira de Futebol.

Publicidade

Números

Segundo Rodrigo Mattos, dos membros que testaram positivos de forma incorreta, metade eram jogadores e o restante se tratava de integrantes da comissão técnica.  

Publicidade

Dos atletas, sete deles que atuariam como título contra o Corinthians tiveram diagnóstico positivo para a doença. Como vinha testando seu elenco de forma constante nos últimos dias, o Red Bull Bragantino estranhou o número elevado de resultados positivos, e resolveu realizar novos testes nos laboratórios Fleury e Cura, onde foi diagnosticado o erro do Einstein.

Publicidade
Next post

Flamengo: quem é Domènec Torrent, novo técnico do Rubro-Negro; números e títulos na carreira

Domènec Torrent publica mensagem em português e deixa os torcedores do Flamengo eufóricos