in

Dirigente do Grêmio bate o martelo sobre saída de peça importante para Renato Gaúcho

Reprodução/Globo Esporte
Publicidade

A pandemia do novo coronavírus deixou em situação complicada grande parte dos clubes do futebol brasileiro e as movimentações no mercado da bola deverão ser cautelosas. No Grêmio não é diferente, e a equipe gaúcha tenta manter as contas em dia e evitar demissão de funcionários.

Orejuela de saída?

O Grêmio teve dificuldades na última temporada em relação a sua lateral-direita e encontrou em Victor Ferraz e Orejuela as soluções para seu problema. A disputa pela titularidade na posição promete ser bem equilibrada e a equipe gaúcha não planeja se desfazer de nenhum dos dois atletas.

O Cruzeiro, rebaixado na última temporada para a 2ª divisão nacional, rescindiu com Edílson e conta com poucas opções para o setor direito. A equipe mineira entrou em contato com o Grêmio para tentar o retorno de Orejuela, no entanto, a resposta acabou sendo negativa.

Publicidade

“Fomos consultados pelo Cruzeiro, mas o jogador fica pelo menos até o fim do contrato aqui”, cravou Paulo Luz, vice-presidente do Grêmio.

Publicidade

Outros nomes se destacam

O Grêmio é um dos clubes mais regulares do futebol brasileiro nos últimos anos e vem conseguindo revelar muitos jogadores com o técnico Renato Gaúcho. Alguns dos melhores nomes do elenco estão sendo cotados em clubes do futebol europeu e podem movimentar o mercado da bola.

Everton Cebolinha, Jean Pyerre, Pepê e Matheus Henrique são os principais destaques e ganham as manchetes nos periódicos esportivos estrangeiros. Existe a possibilidade de saída de alguns desses atletas, desde que chegue uma boa proposta, para reforçar os cofres durante a pandemia.

Publicidade
Next post

Jesualdo fala das dificuldades que está enfrentando por causa da crise do Santos

Jorge Jesus cobra ao Benfica a contratação de Everton Cebolinha junto ao Grêmio, diz imprensa de Portugal