in

Jesualdo fala das dificuldades que está enfrentando por causa da crise do Santos

Anderson Lira / Framephoto
Publicidade

O ano não está fácil para o Santos, e a crise financeira que o clube enfrenta foi amplificada pela paralisação devido à pandemia do novo coronavírus.

Para acertar as contas e pagar as dívidas que estão sendo cobradas na Fifa por diversos jogadores com salários e direitos de imagens atrasados, o Peixe apertou o freio das contratações e deve recorrer à venda de alguns de seus jogadores para poder entrar no mês de agosto no azul.

Quem deve estar de saída é o zagueiro, Lucas Veríssimo. De acordo com um jornal português, O Jogo, o Benfica está interessado no jogador e ofereceu 8 milhões de euros para a contratação, o que na cotação atual fira em torno de R$ 48,3 milhões.

Publicidade

Em meio a crise, o técnico Jesualdo resolveu falar sobre as dificuldades que vem enfrentando. Em entrevista depois do empate por 1 a 1 com o Santo André na última quarta-feira (22), na Vila Belmiro, Jesualdo explicou que não é possível ter tudo, dinheiro e jogadores. Ele também deixou claro que o Santos já está se movimentando para resolver todos os problemas para que isso não afete o desempenho dentro de campo.

Publicidade

Para piorar um pouco mais a situação, nessa semana o atacante Eduardo Sasha e o goleiro Everson entraram na Justiça para tentar rescindir seus contratos com o Peixe por questões de atrasado em pagamentos de salário. Devido a pandemia, o Santos implementou uma redução de 70% nos salários, o que também deve ser renegociado.

Com todos esses problemas, a venda de Lucas Veríssimo para o Benfica tem sido vista com bons olhos pela diretoria do clube, que deve ganhar fôlego para o retorno do Paulistão.

Publicidade
Avatar

Escrito por Beka Assis

Redatora e curiosa, é uma entusiasta de gadgets, jogos e utilidades. Adora escrever e experimentar inovações que podem tornar a vida mais prática.

Flamengo, Santos, Grêmio e Flu: Jorge Jesus busca reforços no Brasil

Dirigente do Grêmio bate o martelo sobre saída de peça importante para Renato Gaúcho