in

Palmeiras: Dudu volta aos treinos e não deve deixar o Verdão

Divulgação Palmeiras
Publicidade

O meia-atacante Dudu está no centro de uma polêmica. Fora de campo, o atleta do Palmeiras foi acusado de agressão pela ex-mulher, Mallu Ohana. Vídeos divulgados mostram os dois se engalfinhando dentro de um veículo. Diante da repercussão negativo do caso, Dudu se colocou à disposição para deixar o Palmeiras.

No Verdão desde 2015, Dudu conquistou Copa do Brasil, em 2015, e Campeonato Brasileiro, em 2016 e em 2018. O atacante tem jogado um grande futebol e tornou-se ídolo da torcida. Apesar disso, demonstrou interesse em sair e tudo parecia ser certo para a sua ida para o futebol do Catar, país que receberá a Copa do Mundo de 2022.

Dudu não deve ir para o Catar

De acordo com o colunista Cosme Rímoli, do R7, o jogador não deve deixar o Palmeiras. Motivo: pegou mal entre os donos do Al Duhail, clube para onde iria, as imagens da briga de Dudu com a ex-mulher. A família real catariana é dona do clube e o país segue as rígidas regras islâmicas.

Publicidade

Dudu conversa com Luxemburgo

Nesta quinta-feira (1º), o Palmeiras voltou aos treinamentos na Academia de Futebol. Foi o primeiro treino desde o dia 13 de março. O futebol está paralisado no Brasil desde a segunda quinzena de março, quando a Organização Mundial da Saúde decretou pandemia do novo coronavírus.

Publicidade

Dudu compareceu ao treinamento e conversou com o treinador Vanderlei Luxemburgo. O jogador deve permanecer no clube, já que o interesse do Al Duhail teria diminuído. Além da conversa de Dudu com Luxemburgo, o treinamento foi marcado por trabalho forte. Os goleiros Weverton, Jaílson e Mateus Oliveira, que defende o time sub-20, treinaram separados.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Galvão Bueno e Cléber Machado são liberados para ir à Band por motivo emocionante

Arthur vai para a Juventus e pode levar Neymar com ele