in

Flamengo e Globo devem ir até as últimas consequências por direitos de transmissão

Coluna do Fla
Publicidade

Globo e Flamengo vivem uma relação conturbada nos últimos meses. Tudo começou quando o clube pediu R$ 100 milhões pelos direitos de transmissão do Campeonato Carioca à emissora, que manteve a proposta em R$ 18 milhões – mesmo valor pago a Botafogo, Vasco e Fluminense. Sem acordo, os jogos do Fla não foram exibidos.

Apenas a partida contra a Portuguesa-RJ, na última rodada antes da paralisação devido a pandemia do novo coronavírus, foi exibido pelo Globoplay e Globo Esporte. O futebol voltou na semana passada e o jogo do Mengão contra o Bangu ficou de fora da TV porque não há acordo entre as partes.

Globo e Flamengo devem ir para a Justiça

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) colocou fogo na guerra entre Flamengo e Globo. A Medida Provisória 948/2020, publicada na semana passada, mudou os direitos de transmissão esportiva no Brasil. A MP já vale como lei, mas precisa ser referendada pelo Congresso Nacional em até 120 dias.

Publicidade

Agora, o clube mandante é dono dos direitos. Isso significa que para uma emissora exibir a partida, por exemplo, não precisa mais ter acordo com os dois times em campo, mas apenas com aquele que é mandante do jogo. O Flamengo se vê beneficiado com a MP.

Publicidade

Flamengo quer exibir suas partidas no Campeonato Carioca

No entendimento do Flamengo, o clube pode exibir suas partidas como mandante no Campeonato Carioca. A Globo vê de forma diferente e já enviou notificação extrajudicial ao clube. Ambos os lados devem ir até as últimas consequências para preservar seus direitos.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Corinthians: detalhes da demissão de treinador vem à tona e constrangimento fica claro

Tiago Nunes próximo de perder jogador que chamou sua atenção no Corinthians