in

Luto: ex-atacante da Seleção Brasileira e do Botafogo morre em BH

O Pensador
Publicidade

O futebol brasileiro está de luto. Morreu, nesta segunda-feira (15), o ex-atacante Marinho, que marcou época com a camisa do Bangu e que também acumulou passagens por Atlético-MG e Botafogo. Ele estava internado e entubado no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) de um hospital em Belo Horizonte, em decorrência de uma infecção no pâncreas. Marinho tinha 62 anos.

Nascido em BH, Marinho despontou nas categorias de base do Atlético e chegou ao profissional do time alvinegro em 1974, jogou por lá até 1978, e posteriormente ainda retornou para uma segunda passagem. Neste período, ele acumulou 118 jogos e anotou 21 tentos.

Marinho se despediu dos gramados em 1996. Anos mais tarde, ele ingressou na carreira de treinador, tendo comandado o Bangu e Juventus-RJ.

Publicidade

Destaque no Bangu

Apesar de ter passado por outras equipes, entre elas Botafogo e América-SP, Marinho vivenciou o auge de sua carreira defendendo o Bangu. 

Publicidade

No clube carioca, onde chegou em 1983, ele comandou uma geração que fez história, faturando o vice-campeonato do Brasileirão em 1985, sendo eleito o melhor jogador da competição. Neste certame, o atacante ainda terminou como vice-artilheiro, ficando atrás somente de Edmar, do Guarani. 

A boa fase rendeu ao atacante uma convocação para atuar na Seleção Brasileira comandada por Telê Santana. Vestindo a camisa amarelinha, Marinho esteve bem próximo de disputar a Copa do Mundo de 1986, mas acabou ficando de fora da lista final.

Nas redes socais, o Bangu lamentou o falecimento do seu ídolo, e prestou solidariedade aos familiares de Marinho.

Publicidade
Next post

Com a volta do futebol, Galvão Bueno poderá decidir se vai ou não trabalhar na Globo

Flamengo planeja fechar com atacante após pedido de Jorge Jesus