in

Cueva no São Paulo? O que a diretoria do Tricolor pensa sobre recontratar meia

Divulgação São Paulo
Publicidade

O meio-campista peruano, Cueva jogou no São Paulo entre 2016 e 2018. Ao todo, disputou 77 partidas, marcou 20 gols e se destacou em um clássico contra o Corinthians, em 2016, quando marcou um gol e deu três assistências na goleada por 4 a 0, no Estádio do Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. Este jogo mudou o patamar do atleta no Tricolor.

Ao longo do tempo, porém, Cueva viveu momentos polêmicos, foi acusado de estar fora de forma e acabou deixando o clube para onde quer voltar agora. Pelo menos foi o que ele disse em entrevista à página Notícias do Tricolor, no Instagram. Cueva se declarou ao ex-clube.

“Quem não gostaria (de voltar)? Eu gostaria, qualquer jogador gostaria de voltar para o São Paulo, primeiro pelo que o São Paulo me deu, e depois por como minha família se sentia em São Paulo, pelo jeito que a torcida me apoiou”, afirmou o jogador. Mas será que existe alguma possibilidade de ele retornar.

Publicidade

São Paulo descarta volta de Cueva

As declarações de Cueva causaram polêmica nas redes sociais e muitos torcedores se manifestaram. Alguns mostraram-se favoráveis ao retorno do jogador, outros se posicionaram contra. O jornalista Jorge Nicola publicou em seu blog no Yahoo que conversou com um importante aliado do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

Publicidade

De acordo com esta pessoa, Cueva estaria forçando uma volta e, no momento, não haveria chance de ele ser contratado. O interlocutor ainda afirmou que Cueva é craque, mas também é louco. Em 2018, quando foi vendido ao Krasnodar, a diretoria do São Paulo teria comemorado o negócio por se livrar de um jogador problemático.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Gerson e a possível maior venda da história do Flamengo

Promotores que investigam Ronaldinho no Paraguai também apuram casos de narcotráfico