in

Ex-empresário detona goleiro Bruno após rompimento: ‘Acha que joga no Flamengo’

O Tempo
Publicidade

A parceria entre o empresário Jaime Marcelo e o goleiro Bruno acabou terminando de forma precoce. Contratado para agenciar esportivamente a carreira do jogador, o profissional acabou tendo algumas divergências com o ex-Flamengo e a sua esposa, e encerrou seus trabalhos que duraram apenas três meses.

O ex-agente fez duras acusações ao goleiro, afirmando que faltou respeito e ética na condução da parceria. Em entrevista ao portal R7, Jaime Marcelo revelou que Bruno a publicação de uma trilogia contando a história do goleiro foi interrompida por conta que o jogador não queria ceder uma parte dos valores arrecadados com a venda dos livres para o filho Bruninho. Após o rompimento, a produção do livro foi encerrada, sob pedido do atleta.

Mundo de ilusão?

Ainda na entrevista, Jaime Marcelo afirmou acreditar no potencial do goleiro, que atualmente está com 35 anos, e torce para a sua remontada na vida profissional. No entanto, o ex-agente teceu comentários fortes sobre o Bruno, afirmando que ele tem uma meta muito aquém da realidade.

Publicidade

“Eu acredito no perdão, Acredito na capacidade do Bruno, Acho que ele mereça trabalhar, já que está em dia com a justiça. Só que o perdão tem que caminhar junto com o arrependimento. E é uma coisa que não aconteceu por parte do Bruno. [O jogador] tem que entender que ele não é um herói. Ele vive em um mundo de ilusão, achando que joga no Flamengo”, concluiu.

Publicidade

Em março deste ano, Bruno Fernandes conseguiu uma liberação na Justiça de Minas Gerais, para cumprir o regime semiaberto no Rio de Janeiro. Disposto a voltar ao futebol, o ex-goleiro do Flamengo segue realizando trabalhos físicos. Cotado em algumas equipes no ano passado, Bruno esbarrou em protestos, que minaram acordos.

Publicidade
Next post

Flamengo segue negociando com Amazon e Americanas; patrocínio para a manga será definido

Futebol: confira como assistir aos jogos desta sexta-feira (12)