in

Corinthians é processado e pode sofrer duro golpe por conta de dívida com agentes de meia

Divulgação - Corinthians
Publicidade

Mergulhado em uma crise financeira que acabou sendo intensificada por conta da pandemia do novo coronavírus, o Corinthians ganhou mais um problema para resolver. Na última segunda-feira (08), a empresa B2F, responsável por agenciar a carreira do volante Maycon, entrou na Justiça contra o clube alvinegro por conta de uma dívida.

Os agentes cobram R$ 1,27 milhão do Corinthians. Cifras estas referentes ao percentual que a empresa teria direito por conta da venda do jogador ao Shahktar Donetsk, da Ucrânia, ocorrida em março de 2018.

A empresa B2F alega no processo que o Timão embolsou R$ 28,3 milhões pela transferência do jogador e teria que passar 10% deste montante. No entanto, o processo aponta que o clube paulista quitou para R$ 1,5 milhão do acordado.

Publicidade

Riscos

No processo, a defesa da empresa solicita o pagamento da dívida em até três dias. Se o Corinthians não solucionar o caso, haverá a penhora e avaliação dos bens do Corinthians, que podem ser resgatados como garantia.

Publicidade

Revelador do volante Maycon, o Corinthians detinha 80% dos direitos federativos do atleta. No profissional do Timão, o jogador teve participação importantes nos títulos do Paulistão e Campeonato Brasileiro. Em sua passagem no alvinegro, ele acumulou 107 jogos disputados, e marcou oito tentos.

Este novo problema escancara ainda mais o momento delicado que o clube de Parque São Jorge vivencia. Sem atuar por conta da paralisação dos jogos em função da pandemia, o Corinthians deve três meses de salários aos jogadores, e o cenário só deve ficar mais tranquilo, quando o clube receber o dinheiro da venda de Pedrinho ao Benfica. Negociado junto ao clube português, o meia representou a maior transação da história do clube.

Publicidade
Next post

Neymar e um gesto que o aproxima do Barça

Flamengo está próximo de fechar contrato milionário com a Amazon