in

Galvão Bueno corrige presidente do Flamengo e clima fica quente: ‘fake news’

Reprodução - SporTV
Publicidade

Convidado especial do programa Bem Amigos, do SporTV, o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, se viu em uma saia-justa com Galvão Bueno. Favorável à volta dos treinamentos com o uso de todos os protocolos possíveis, o mandatário citou uma informação equivocada de que a TV Globo estaria projetando a volta nas gravações de suas novelas para junho, e a declaração incomodou o experiente narrador.

Ao explicar os protocolos adotados pelo Flamengo, que desde o início se mostrou positivo à retomada das atividades no CT, Landim mencionou que o Grupo Globo estaria utilizando procedimentos rígidos para reativar o seu departamento de teledramaturgia.

“Ouvi dizer que a própria Rede Globo vai estar voltando a filmar as novelas, que o povo tanto gosta. Eu imagino que vocês também estão pensando em protocolos desse tipo, no mesmo padrão que estamos seguindo no futebol”, disparou o mandatário rubro-negro.

Publicidade

Incomodado com a declaração do presidente do Flamengo, Galvão rebateu o dirigente na sequência.

Publicidade

“Gostaria de lhe informar que a Globo não pensa em voltar a gravar as novelas antes do final de julho, previsto a partir do final de julho, e se entender que haja condições favoráveis na solução da pandemia”, disse Galvão.

Rodolfo Landim se desculpou imediatamente, e classificou a notícia como uma possível “fake news”.

Após insistência em voltar às atividades, o Flamengo conseguiu aprovação dos seus protocolos e já vem realizando treinamentos no CT Ninho do Urubu há algumas semanas.

Possível regresso

Diante da pandemia do coronavírus, o Grupo Globo teve o seu departamento de teledramaturgia totalmente paralisado. Em aviso aos profissionais do setor, a emissora carioca comunicou que a retomada das atividades está prevista para o fim de julho. Mas a data ainda pode ser postergada, tendo em vista que a pandemia segue em ritmo intenso no país.

Publicidade

Ronaldinho revela bastidores da prisão domiciliar no Paraguai: ‘Experiência complicada’

Craque que não doou dinheiro para coronavírus gasta mais de R$ 40 mil em quadro