in

Corinthians e Inter entram em negociações, mas acordo se complica

Corinthians Inter - CBF
Publicidade

Com o futebol paralisado no Brasil, Corinthians e Inter estariam já tratando de uma negociação. Então, o Timão continua tentando esse regresso de , que poderia influenciar o restante das conversações. O momento é complicado para todos os times brasileiros, com a crise econômica se agravando com essa paragem do novo coronavírus. 

Jô pode regressar no Corinthians

É que enquanto o Corinthians pensa nesse regresso do atacante brasileiro, de 33 anos de idade, o Internacional vai tentando definir a situação de Gustavo, ainda ligado com o Timão. Sobre Jô, o cenário parece pintar bem para o lado do Corinthians. Com contrato com os japoneses do Nagoya Grampus até o final do ano, o craque poderia nem regressar mais no Japão. 

O atacante brasileiro estaria próximo de jogar pela terceira vez no Corinthians, ele que saiu, em sua última passagem por São Paulo, em 2017. Agora, tudo indica que o internacional brasileiro vai reforçar novamente o time onde ele começou sua carreira. Com o adiantado das movimentações por Jô, o Timão até já rescindiu com Vágner Love, de uma forma amigável. Love vai regressar na Rússia. 

Publicidade

Quem também pode aproveitar essa chegada de Jô no Corinthians é o Internacional de Porto Alegre, que espera fechar, em definitivo com Gustagol. Ou pelo menos prorrogar essa cedência. O atacante brasileiro, de 26 anos de idade, está jogando emprestado no Inter esse ano, mas apesar de ainda ter jogado muito pouco, parece que no Inter, eles já estão convencidos. 

Publicidade

Inter vai tentar Gustagol junto do Corinthians

Com isso da pandemia, Gustagol ainda nem pode fazer gol com a camisa do Inter, tendo atuado somente em três partidas. O jogador chegou no início do ano em Porto Alegre, cedido pelo Corinthians, ele que perdeu espaço no ano passado no time de Tiago Nunes. Rodrigo Caetano, dirigente do Inter, falou para o Show dos Esportes sobre a situação de Gustavo e outros jogadores emprestados.

“Esses quatro jogadores [Gustavo, Musto, Rodinei e Saravia] têm vínculo com os seus clubes de origem. Já manifestamos o interesse com os clubes deles que eles permaneçam também. A amostra foi pequena e nós não vamos deixar isto para depois”, revelou o dirigente. Então, o Corinthians vai tentar, pelo menos, aumentar o prazo da cedência. É que com a pandemia, eles nem tiveram tempo com os jogadores, antes da paralisação. 

Ainda assim, o Inter pagou R$ 1,5 milhões, ficando com 15% dos direitos de Gustagol. Com a pandemia, o jogador fez somente três partidas e nem um gol pode ainda fazer com o time. O objetivo do Inter é agora acertar com o Corinthians, mas com a pandemia, todas as dificuldades econômicas e a saída de Vágner Love, as tratativas não estariam fáceis.

Publicidade

Ex-Flamengo dá a surpresa e está perto de acordo com o Grêmio

Adeus coringa? Flamengo recebe proposta oficial e bate o martelo sobre futuro de Gerson