in

Vice-presidente do Atlético fala sobre chance de contratar meia dispensado do Cruzeiro

Divulgação - Atlético-MG
Publicidade

Mesmo com o futebol nacional paralisado em função da pandemia do novo coronavírus, o mercado da bola segue agitado com o surgimento de rumores. Tentando fortalecer a sua equipe para uma possível maratona de jogos quando a temporada for retomada, o Atlético-MG tem se mostrado ativo nos bastidores.

Com a liberação de Robinho, oficializada pelo Cruzeiro na última sexta-feira (05), percorreu na imprensa mineira a possibilidade do experiente meio-campista defender o Galo. A informação foi levantada por integrantes da Rádio 98 FM de Belo Horizonte. 

Presente em uma live do “Falagalo”, o vice-presidente do Atlético-MG, Lásaro Cândido da Cunha, foi enfático ao comentar sobre o assunto, e negou o interesse no atleta. Em tom de ironia, o VP ainda brincou dizendo que irá tirar satisfação com o diretor de futebol alvinegro Alexandre Mattos, caso as tratativas evoluam.

Publicidade

Nossa, pelo amor de Deus. Não. Pelo Amor de Deus. Não, aí eu vou brigar com o Alexandre (Mattos)“, afirmou Lásaro Cândido. Atualmente com 32 anos, Robinho tem apenas uma partida na temporada de 2020, visto que perdeu todo o início do ano se recuperando de uma lesão sofrida ainda em 2019.

Publicidade

Nomes contratados

Neste período de pandemia, o Atlético-MG anunciou dois reforços para o setor de meio-campo na equipe do técnico Jorge Sampaoli. Chegaram Léo Sena, vindo do Goiás, e o equatoriano Alan Franco, destaque na equipe do Independiente Del Valle, e pedida do treinador argentino.

Recentemente foi cogitada a possibilidade do clube mineiro contratar o meia Anderson Talisca, mas o empresário do jogador rechaçou a possibilidade. De olho no mercado, o time alvinegro ainda sonha com as contratações de Róger Guedes e Keno para o ataque.

Publicidade
Next post

Grêmio e a última negociação que anima a torcida: ‘Confirmados’

Vem para o Brasil? Balotelli é demitido pelo Brescia e tem possível destino revelado