in

Ex-jogador do Flamengo e ídolo do Bahia morre em Salvador

Picdn/Montagem Russel
Publicidade

Com passagem curta pelo Flamengo, o ex-jogador Élcio Nogueira da Silva, conhecido como Sapatão, morreu nesta sexta-feira (05), em Salvador, aos 72 anos. O ex-atleta estava internado desde o dia 17 de maio com problemas renais. Na última semana, ele foi diagnosticado com a Covid-19. A causa da morte ainda não foi revelada pelo hospital.

Sapatão defendeu o Flamengo no final dos anos 60, mas só chegou a atuar em uma única oportunidade. Já no Bahia, ele se tornou ídolo, participando de forma ativa do heptacampeonato estadual do Esquadrão de Aço.

Além do Tricolor, Élcio acumulou passagens por Santa Cruz, e Fluminense de Feira. Após pendurar as chuteiras, Sapatão ingressou na carreira de técnico. Em 1990, se sagrou campeão baiano da Série B no comando do Ypiranga. Anos mais tarde ainda conquistaria mais três acessos: Conde (1996), Camaçari (1997) e o Camaçariense (2003). 

Publicidade

Em 2001, Sapatão foi vice-campeão da elite baiana no comando do Juazeiro. Após um vasto currículo trabalhando no futebol, ele se aposentou em 2012, quando treinava o Camaçari. 

Publicidade

Bahia se pronuncia

Nas suas redes sociais, o Bahia lamentou o falecimento do seu ídolo. O Tricolor da Boa Terra fez questão de enaltecer os feitos e a importância de Sapatão com camisa do clube. 

“A diretoria do Esporte Clube Bahia manifesta solidariedade aos familiares e amigos de Élcio Nogueira da Silva, o eterno ídolo Sapatão, que faleceu nesta sexta-feira (5), aos 72 anos, em Salvador”, diz um trecho da nota.

Ao longo de sua carreira como jogador, Sapatão disputou 450 jogos e marcou 12 tentos.

 

Publicidade

Palmeiras perto de perder um de seus maiores destaques e preocupa Luxemburgo

Flamengo: Jorge Jesus e o reforço que pode fazer a torcida delirar