in

Crise? Cruzeiro surpreende e anuncia dispensa de dois jogadores experientes do elenco

Divulgação - Cruzeiro
Publicidade

Vivenciando uma das piores crises financeiras em sua vasta história de quase 100 anos, o Cruzeiro viu o cenário se complicar ainda mais por conta da pandemia do coronavírus. Nesta sexta-feira (05), o clube mineiro anunciou uma drástica medida para conter gastos.

Em nota oficial, a Raposa comunicou que rescindirá o contrato do meia Robinho e do lateral Edílson. Os dois integraram a equipe celeste na temporada passada, que amargou o descenso à Série B do Brasileirão. Os altos salários da dupla foram determinantes para a nova diretoria tomar a decisão.

“Infelizmente, devido ao cenário que envolve o Clube nos últimos anos, precisamos chegar a essa decisão extrema. Robinho e Edilson são atletas vitoriosos, que contribuíram para o time com grandes conquistas, e nós os agradecemos muito”, diz um trecho do comunicado assinado por Sérgio Santos Rodrigues, novo presidente celeste.

Publicidade

O clube agradeceu os dois atletas pelos serviços prestados, informou que a cúpula diretória está atenta ao mercado, e pediu compreensão aos torcedores celestes.

Publicidade

Acordo anterior

Tanto Edílson como Robinho estavam na lista dos atletas do Cruzeiro que aceitaram repactuar os salários no início deste ano. Os vencimentos foram prorrogados até o maio do ano que vem, após acerto com o conselho gestor transitório, que deixou o clube no fim do último mês.

Edílson tinha contrato com o clube celeste até o dezembro deste ano, enquanto Robinho tinha vínculo até o final de 2021, e defendia as cores da Raposa desde 2016. Os dois jogadores foram personagens importantes em conquistas passadas do Cruzeiro, entre elas a Copa do Brasil.

Publicidade
Next post

Caso Ronaldinho: os políticos envolvidos na prisão do craque no Paraguai

Cruzeiro e o dia da vingança para Rogério Ceni