in

Atlético-MG: Sampaoli pede e Galo vai atrás de atacante destaque da Série A

Divulgação Atlético-MG
Publicidade

O Atlético-MG não anunciou nenhuma contratação oficialmente durante a paralisação do futebol devido a pandemia causada pelo novo coronavírus, mas segue em busca de nomes no mercado. Jorge Sampaoli, que assumiu a equipe em março, pediu reforços.

Para assinar contrato com a equipe, o treinador argentino pediu a contratação de reforços de peso para brigar na parte de cima da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro – única competição que o Atlético-MG disputaria após o fim do Campeonato Mineiro.

Antes da chegada de Sampaoli, o Galo comandado pelo venezuelano Rafael Dudamel foi eliminado nas primeiras fases da Copa do Brasil e da Copa Sul-Americana. Os resultados pegaram a todos de surpresa e decepcionaram a torcida.

Publicidade

Atlético-MG vai atrás de Marrony no Vasco

O atacante Marrony, de apenas 21 anos, defende o Vasco e foi um dos destaques do clube na Série A do ano passado. O Atlético-MG, de acordo com informações do Globo Esporte, oficializou proposta pelo jogador. O nome do atacante constaria em lista de reforços pedidos por Sampaoli.

Publicidade

O Vasco vive situação financeira delicada e o negócio envolveria apenas dinheiro, sem jogadores do Atlético-MG serem incluídos na troca. No início do ano, o time carioca rejeitou uma proposta do Palmeiras pelo atacante. O Verdão queria envolver jogadores na negociação.

O Atlético-MG já havia procurado o Vasco anteriormente, mas a pandemia do coronavírus, que paralisou o futebol, esfriou o negócio. Agora, a diretoria do Galo estaria disposta a finalizar o negócio. Os valores não foram revelados.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Vanderlei Luxemburgo se incomoda com clubes que já voltaram a treinar

Futebol x novela: os números de audiência da Globo mostram do que o brasileiro gosta mais