in

Ex-jogador do São Paulo revela ter pensado em tirar a própria vida após morte trágica de noiva

Rubens Chiri - Divulgação - São Paulo
Publicidade

Com passagem pelo São Paulo e atualmente defendendo as cores do Vélez Sarsfield, da Argentina, o atacante Ricardo Centurión sofreu um duro golpe há exatamente dois meses. Prestes a se casar, o atleta acabou perdendo a sua noiva, Melody Pasini, de 25 anos, que sofreu um acidente de carro em Banfield, e morreu após um infarto.

Em entrevista à Tyc Sports nesta sexta-feira (29), o atacante argentino fez algumas revelações impactantes sobre o momento de perda, e contou que cogitou tirar a própria vida após o ocorrido. 


“Cheguei a pensar em terminar com a minha vida depois do que aconteceu com minha noiva e minha vó. Me uni com a minha mãe e minha irmã, caso contrário, tudo iria por água abaixo. Se não me levantasse rápido, em dois ou três dias creio que terminava com a minha vida”
, revelou o jogador.

Publicidade

Sequência da carreira

Tentando recomeçar após o duro baque, ainda vive uma situação de indefinição no Vélez Sarsfield, uma vez que seu contrato de empréstimo vai até junho, e o futebol no país segue sem previsão de retorno por conta da pandemia do novo coronavírus. Caso o vínculo não seja renovado, o jogador terá que voltar ao Racing.

Publicidade

O atacante argentino defendeu o São Paulo entre os anos de 2015 e 2017, e posteriormente se transferiu para o Boca Juniors. Apesar do bom futebol, o jogador acabou protagonizando alguns episódios polêmicos que o prejudicaram na sua carreira dentro das quatro linhas.

No Tricolor do Morumbi, Centurión atuou em 80 jogos e balançou as redes adversárias em oito oportunidades.

Publicidade
Next post

Futebol neste sábado tem jogos importantes; saiba quais e como assistir AO VIVO

Brasileiro marca golaço em jogo do Campeonato Sul-Coreano; veja a pintura