in

Grêmio é pego de surpresa e vai perder destaque do elenco; e não é Everton Cebolinha

Reprodução/Grupo Independente
Publicidade

A pandemia do novo coronavírus tem causado estragos também nos cofres dos principais clubes do Brasil e a venda de jogadores poderá ser um meio encontrado para manter as contas em dia. No Grêmio, o presidente Romildo Bolzan estuda a possibilidade de negociar Everton Cebolinha.

Ele fica?

O atacante Everton Cebolinha, de 24 anos de idade, se tornou o principal nome do elenco do Grêmio e também um dos melhores brasileiros em atividade. O jogador conquistou até mesmo um espaço na Seleção Brasileira do técnico Tite e entrou no radar de clubes do futebol europeu.

Everton vem se destacando há algumas temporadas e tem chamado a atenção principalmente do Napoli, da Itália. O clube europeu havia acenado com uma proposta generosa ao tricolor gaúcho, no entanto, após as primeiras conversas com o jogador, parece estar recuando na negociação.

Publicidade

Ao que tudo indica, o atacante não tem pressa para ser negociado e está orgulhoso em defender a camisa do Grêmio. Em entrevista recente, o astro deixou bem claro seu interesse em continuar vestindo a camisa do tricolor pelo tempo que for necessário.

Publicidade

“Quero fazer parte da história do Grêmio, como já venho fazendo. Para mim, é um prazer vestir essa camisa. Enquanto puder vestir, vou honrando esse manto”, afirmou o principal destaque do time.

Outro nome pode deixar o Grêmio

Apesar da possível permanência de Everton Cebolinha, o Grêmio deve portar outro destaque nos próximos dias. Caio Henrique, de apenas 22 anos de idade, pertence ao Atlético de Madrid e estava no clube gaúcho por período de empréstimo.

A equipe espanhola acabou pegando todos de surpresa, mudou seus planos em relação ao jovem jogador e solicitou seu retorno para ser integrado ao elenco.

E para você torcedor, o Grêmio vai sentir falta do lateral-esquerdo Caio Henrique? Deixe sua opinião nos comentários.

Publicidade
Next post

Coutinho tem apenas três opções: Não quero mais falhar’

Diego Ribas treina, mas futuro no Flamengo ainda é incerto