in

Palmeiras: gerente de futebol abre o jogo sobre a chegada de dois craques internacionais

Divulgação Palmeiras
Publicidade

O futebol brasileiro está paralisado devido à pandemia causada pelo novo coronavírus. As competições estão suspensas desde a primeira quinzena de março. Ainda não há previsão de quando a bola voltará a rolar. No momento, o Palmeiras aguarda definições do protocolo de segurança da saúde para retornar às atividades.

Em meio a paralisação, o gerente de futebol Cícero Souza deu entrevista ao jornalista Alexandre Praetzel, do Yahoo. Na conversa, o dirigente do Verdão falou sobre dois jogadores estrangeiros que estariam na mira do clube: Cazares, que hoje defende o Atlético-MG, e Daniel Muñoz.

Gerente de futebol do Palmeiras diz que clube não quer Cazares

O atacante equatoriano Cazares deve deixar o Atlético-MG, mas seu futuro ainda é incerto. O nome do atleta já foi ventilado no Corinthians e em outras equipes brasileiras, mas não há nada oficial até agora. O contrato dele está próximo do fim no Galo e não deve haver renovação.

Publicidade

Publicidade

Cícero Souza foi direto ao ser perguntado se o Palmeiras tem interesse no jogador. “Não”, resumiu o dirigente, rejeitando a ideia de contratar o atacante do Atlético-MG. A resposta do dirigente passa a ter ainda mais força com a que veio a seguir.

Daniel Muñoz no Palmeiras?

Ao ser questionado sobre a contratação do lateral colombiano Daniel Muñoz, Cícero Souza caprichou na resposta. “Nosso rastreamento sul-americano nos dá algumas opções de mercado. Realmente, foi cogitado, mas não existe nenhuma operação no momento. Financeiramente, fazer contratações neste período, não é algo inteligente. Não estão em pauta neste momento”, afirmou o dirigente do Verdão.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Treinador do Santos, Jesualdo Ferreira, vive momento de ‘muita dor’

Balotelli quase fora do Brescia e o destino provável no Brasil