in

Jogador da seleção argentina revela que recebeu ameaças de morte após erro na Copa 2018

UOL
Publicidade

Representar uma seleção em uma disputa de Copa do Mundo é algo marcante na carreira de um jogador. Contudo, às vezes o fato de ficar marcado por errar em algum lance crucial pode tornar o sonho um verdadeiro pesadelo. Esta sensação foi vivenciada pelo goleiro do Chelsea Winfredo Caballero na Copa do Mundo da Rússia, em 2018.

Responsável por defender a meta da Argentina no duelo contra a Croácia, o goleiro da albiceleste acabou falhando no lance que originou o primeiro tento da expressiva vitória dos europeus pelo placar de 3 a 0.

“Não tive criticas apenas no Instagram e Twitter… Depois desse dia, meu telefone se tornou público, todo mundo tinha meu número, chegaram mensagens fortes de todo o tipo. Disse que as pessoas sabem quando estão erradas e eu não queria errar nunca, porém aconteceu. Aceito criticas e aceito que as apontem, mas um extremo de quererem me matar, me parece que não dava”, revelou Caballero.

Publicidade

O lance

O fatídico lance que gerou revolta dos torcedores aconteceu após o lateral Gabriel Mercado recuar uma bola para Caballero, que tentou devolver ao companheiro, mas acabou entregando nos pés de Rebic, que não titubeou e abriu o placar. Nos outros dois tentos dos croatas, Caballero não teve culpa direta. 

Publicidade

No entanto, o erro acabou custando a sua titularidade na equipe. Jorge Sampaoli optou por acionar Franco Armani, do River Plate, para a meta da albiceleste. Apesar da decisão drástica, Caballero acabou aceitando a saída do time titular com naturalidade.

A Copa de 2018 foi um verdadeiro pesadelo para os hermanos, que conseguiram passar de fase de forma dramática após ter tropeçado na própria Croácia e na Islândia. A vaga veio de forma dramática após um triunfo magro sobre a Nigéria. Embora tenha demonstrado uma reação no mata-mata, o time de Sampaoli não foi páreo para a forte França, que posteriormente, viria conquistar o mundo mais uma vez.

Publicidade
Next post

Presidente do Flamengo revela que oito jogadores contraíram o coronavírus

Ex-jogador da Roma morre vítima de parada cardíaca e clube lamenta: ‘muita dor’