in

Fábio Carille passa à frente do Corinthians e usa o telefone para contratar Jô

Divulgação Corinthians
Publicidade

O atacante Jô está muito próximo de acertar sua saída do Nagoya Grampus, do Japão. Já é claro que o jogador não permanecerá no clube japonês, onde está desde 2018, depois que deixou o Corinthians com o título do Campeonato Brasileiro do ano anterior. O futuro de no futebol ainda está indefinido.

O Corinthians quer o atacante de volta. Aos 33 anos, Jô foi revelado pelo Corinthians no começo dos anos 2000. Em 2003, com 16 anos, ele chegou a equipe principal do Timão. Depois Jô foi brilhar na Europa e voltou para ser campeão em 2017. A terceira passagem interessa muito ao presidente Andrés Sanchez, que está na cola do atleta.

Jô já revelou em entrevista que as questões financeiras podem ser conversadas e negociadas. O salário do atleta no Japão é fora da realidade do Corinthians, ainda mais neste momento de crise financeira por causa da pandemia causada pelo novo coronavírus.

Publicidade

Fábio Carille quer Jô

Ex-treinador do Corinthians, Fábio Carille tem interesse no futebol de Jô e teria até ligado para o jogador dizendo que quer contratá-lo ainda neste ano de 2020. Carille comanda o Al-Ittihad, da Arábia Saudita. Jô tem interesse em assinar um último grande contrato antes de retornar ao Brasil para encerrar a carreira.

Publicidade

O problema para Carille é que as inscrições para a reta final da atual edição da Liga Saudita já foram encerradas. A competição está paralisada. Faltam oito rodadas para o término. A edição 2020/21, que começaria em agosto, ainda não tem data certa para começar. Neste cenário, Jô poderia ficar meses sem jogar bola, aguardando o início da próxima temporada.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Palmeiras: Leila recebe carteirinha de sócia da Mancha Verde e apoio para presidência

Interesse do PSG em atacante pode ser facilitador de retorno de Neymar ao Barcelona