in

Urgente: Estudo aponta que duelo da Champions League provocou 41 mortes por coronavírus

O Globo
Publicidade

A pandemia do coronavírus impactou diretamente o calendário do futebol mundial. Contudo, mesmo diante do registro dos primeiros casos fatais da doença, algumas competições à época realizaram algumas partidas, como o caso da Champions League, e isso pode ter custado caro. De acordo com informações do jornal britânico The Sunday Times neste domingo (24), o embate entre Liverpool e Atlético de Madrid, em Anfield, provocou a morte de 41 mortes pela Covid-19.

O estudo foi realizado pelo Edge Heath, um grupo que presta serviços para o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido. Segundo o levantamento, o duelo das oitavas de final teria provocado 41 mortes entre 25 e 35 dias após a data da partida. 

Naquela oportunidade, mais de 50 mil torcedores compareceram ao estádio do Liverpool para acompanhar o duelo, sendo que 3 mil deles eram torcedores do Atlético de Madrid, que em sua maioria se deslocaram da Espanha para acompanhar o duelo. Naquela época fazia poucos dias que o governo da Espanha havia decretado o fechamento de vários locais por conta do surgimento dos primeiros casos da Covid-19.

Publicidade

Além dos 90 minutos, o embate ainda foi para a disputa da prorrogação, com mais meia hora de jogo, tendo os espanhóis como vitoriosos e classificados para a sequência da competição.  A partida em Anfield foi o último grande jogo do país disputado antes do decreto de quarentena na região. 

Publicidade

Um erro

Recentemente, o diretor de saúde pública da cidade de Liverpool, Matthew Ashton, declarou em entrevista que o embate entre os Reds e Colchoneros foi um erro. Já o prefeito de Madrid, Jose Luis Martinez se mostrou contra a presença de torcedores espanhóis no confronto.

Publicidade
Next post

Ex-jogador revela ter levado tapa na cara de seu treinador na seleção na Copa de 2014

Santos tem um problema sério no elenco e parece sem solução