in

Ex-presidente do Cruzeiro é hostilizado e leva cusparada em eleição do clube; assista

Publicidade

O clima esquentou na eleição presidencial do Cruzeiro nesta quinta-feira (21). Ao deixar o Ginásio do Bairro Preto, em Belo Horizonte, Zezé Perrella foi hostilizado ao deixar o local. Muitos torcedores e pessoas presentes do lado fora vaiaram e xingaram o ex-mandatário da Raposa. Em imagens captadas pela TV Globo ainda foi possível ver o antigo cartola ser alvo de uma cusparada.

Zezé Perrella assumiu a gestão de futebol do time mineiro em outubro do ano passado, com a missão de substituir Itair Machado, alvo da Polícia e do Ministério Público por conta de escândalos de corrupção, lavagem de dinheiro e falsificação de documentos. Além de Itair, outros ex-dirigentes também foram investigados.

A missão de Perrella era justamente fazer com o Cruzeiro escapasse do seu primeiro rebaixamento na história para a Série B do Brasileirão, fato que não aconteceu. Mergulhado em uma crise financeira sem fim, o time celeste protagonizou fracassos dentro e fora das quatro linhas, com diversas confusões nos bastidores.

Publicidade

Aplausos do outro lado

Se Perrella foi hostilizado, o oposto aconteceu com o empresário Pedro Lourenço, que é proprietário da rede de supermercados BH. Ao deixar o local, Pedro foi aplaudido por estar envolvido no futebol do time mineiro. O empresário abdicou o posto de vice-presidente de futebol no início deste ano. 

Publicidade

Atolado em dívidas, o Cruzeiro já perdeu seis tentos por conta do não pagamento de uma dívida para o Al Waeda, na transação de Denilson, a Raposa recebeu uma nova notificação por conta de uma pendência na transação envolvendo o atacante Willian, onde deve 1,8 milhões a um time ucraniano. Caso não efetue o pagamento até o fim do mês, o time celeste será novamente penalizado pela Fifa.

Publicidade

Corinthians sonha com Jô, mas atacante tem outros planos

Ronaldo passa quarentena com a família em mansão e mostra habilidade da filha no futebol