in

Agora vai? Barcelona oferecerá meia brasileiro e Dembélé para fechar com Neymar

Divulgação - Barcelona
Publicidade

Mesmo em meio à pandemia do coronavírus, os rumores do mercado da bola seguem movimentados. Protagonista na última janela de transferências, o atacante Neymar continua sendo cotado como alvo do Barcelona para a próxima temporada.

Nesta quinta-feira (21), o jornal espanhol Mundo Deportivo revelou que o clube blaugrano já teria escolhido dois jogador para oferecer ao Paris Saint-Germain nas tratativas pelo camisa 10. Os nomes em questão seriam Ousmane Dembélé e o brasileiro Philippe Coutinho. A dupla não vivencia um momento de alta, mas tem elevado valor de mercado.

Publicidade

Diante da crise instaurada por conta do novo coronavírus, o Barcelona cogita utilizar a menor quantia de dinheiro possível para viabilizar o retorno do craque brasileiro. Além disso, o clube está de olho na contratação do argentino Lautaro Martínez, que por ser um valor inferior ao de Neymar aparece com uma possibilidade maior de rumar à Catalunha.

O periódico ainda ressalta que, apesar de Antoine Griezmann estar em baixa no time blaugrano, ele não deve ser utilizado como moeda de troca no momento, e permanecerá na equipe em busca de se afirmar entre os titulares de Quique Setién.

Publicidade

Cenário indefinido

Neymar tem contrato com o Paris Saint-Germain até junho de 2022, e o clube francês cogita oferecer um contrato de renovação ao brasileiro, que antes da paralisação passava por um momento bem mais tranquilo na equipe em relação ao último ano.

Nos últimos meses, Neymar está respeitando a quarentena em sua mansão em Mangaratiba, no Rio de Janeiro. O jogador esteve próximo de retornar à Paris para retomar os treinamentos no clube, no entanto, com o término do Campeonato Francês precocemente, o atacante permaneceu no país, e aguarda uma nova solicitação da diretoria do clube parisiense.

Publicidade
Next post

Jogador de futebol se torna feirante por causa do coronavírus e diz que não sente vergonha

Neymar Jr e a proposta para ‘acabar com o Barça’