in

Santos: jogadores se revoltam com atitude de José Carlos Peres e tudo acaba mal

Divulgação Santos
Publicidade

Em meio a pandemia causada pelo novo coronavírus, as equipes do futebol brasileiro conversaram com seus elencos para diminuir o salário e minimizar os prejuízos financeiros. Por causa da suspensão do futebol, há equipes perdendo patrocínio e a Globo não pagou o valor referente a última parcela dos direitos de transmissão dos estaduais e nem depositou dinheiro referente ao Brasileirão, que ainda não tem data para começar.

Diante de tudo isso, o Santos foi a equipe que tomou a decisão mais radical. O presidente José Carlos Peres determinou o desconto de 70% dos salários dos atletas. Para piorar, os jogadores não foram avisados sobre o corte. A decisão da diretoria alvinegra causou muita polêmica.

Jogadores se revoltam contra presidente

Vice-presidente do Santos, Orlando Rollo é opositor de José Carlos Peres. Rollo era aliado do presidente alvinegro, mas mudou de posição após poucos meses de trabalho. Desentendimento entre eles fizeram com que houvesse o racha. Em entrevista a Jorge Nicola, do Yahoo, o vice afirmou que a situação no Santos é ruim.

Publicidade

“O elenco está revoltado com o Peres. A crise na Vila Belmiro está cada dia pior graças ao presidente e não existe perspectiva de melhora”, criticou Orlando Rollo. O vice ainda afirmou que jogadores se recusaram a comparecer a evento online de lançamento do uniforme do Peixe devido à briga com o presidente.

Publicidade

Por outro, um dirigente do Santos teria dito que a presença de jogadores no evento nunca foi cogitada. Uma pessoa próxima ao presidente também teria dito que não estaria nem aí para a pressão que está sendo feita sobre ele.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Jornalista detona reunião de presidentes do Flamengo e Vasco com Bolsonaro em Brasília

CBF vê Bundesliga como bom sinal e projeta data para volta do futebol no país