in

Ralf anuncia volta ao futebol e acerta com clube da Série B

Divulgação Corinthians
Publicidade

Ex-jogador do Corinthians, o volante Ralf já sabe onde vai jogar assim que o futebol retornar. O atleta acertou sua ida para o Avaí. A equipe de Santa Catarina disputa a Série B do Campeonato Brasileiro. O contrato do volante com o clube catarinense tem duração de oito meses e termina em janeiro de 2021.

A informação foi divulgada pelo Globo Esporte, mas o site afirma que a diretoria do Avaí não confirmou o negócio até o momento. Apesar da não confirmação, estaria tudo certo para o volante defender a equipe da segunda divisão do Brasileirão.

Ralf estava sem clube desde janeiro

Em janeiro, Ralf e o Corinthians chegaram a um acordo e o contrato do volante com o Timão foi rescindido. Desde então, Ralf procurava outra equipe para jogar. Em junho, o atleta completa 36 anos, mas não pensa em parar de jogar bola neste momento.

Publicidade

O Avaí tem o objetivo de fazer uma boa Série B e retornar à divisão de elite do Campeonato Brasileiro. Ralf é conhecido por ser um “carregador de piano” no meio-campo. O volante é muito bom na marcação, mas havia caído de produção no Timão.

Publicidade

Ralf fez história no Corinthians

Com duas passagens pelo Corinthians, entre 2010 a 2015 e 2018 a 2019, Ralf conquistou a torcida do Corinthians e tornou-se ídolo. Em 2012, foi titular da equipe campeã da Copa Libertadores da América e do Mundial de Clubes. Com seu estilo raçudo, tornou-se ídolo da exigente Fiel Torcida.

Ao todo, Ralf conquistou oito títulos pelo Corinthians e deixou a equipe como o 14º jogador no ranking daqueles que mais atuaram com a camisa alvinegra. Foram 437 jogos e dez gols – o número de gols mostra que o forte de Ralf era o desarme e não a chegada ao ataque.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Neymar perde chance da Premier League por essa única razão

Agora vai? Presidente do Flamengo se reúne com Bolsonaro para tentar retorno aos treinos