in

Ralf anuncia volta ao futebol e acerta com clube da Série B

Divulgação Corinthians
Publicidade

Ex-jogador do Corinthians, o volante Ralf já sabe onde vai jogar assim que o futebol retornar. O atleta acertou sua ida para o Avaí. A equipe de Santa Catarina disputa a Série B do Campeonato Brasileiro. O contrato do volante com o clube catarinense tem duração de oito meses e termina em janeiro de 2021.

A informação foi divulgada pelo Globo Esporte, mas o site afirma que a diretoria do Avaí não confirmou o negócio até o momento. Apesar da não confirmação, estaria tudo certo para o volante defender a equipe da segunda divisão do Brasileirão.

Publicidade

Ralf estava sem clube desde janeiro

Em janeiro, Ralf e o Corinthians chegaram a um acordo e o contrato do volante com o Timão foi rescindido. Desde então, Ralf procurava outra equipe para jogar. Em junho, o atleta completa 36 anos, mas não pensa em parar de jogar bola neste momento.

O Avaí tem o objetivo de fazer uma boa Série B e retornar à divisão de elite do Campeonato Brasileiro. Ralf é conhecido por ser um “carregador de piano” no meio-campo. O volante é muito bom na marcação, mas havia caído de produção no Timão.

Publicidade

Ralf fez história no Corinthians

Com duas passagens pelo Corinthians, entre 2010 a 2015 e 2018 a 2019, Ralf conquistou a torcida do Corinthians e tornou-se ídolo. Em 2012, foi titular da equipe campeã da Copa Libertadores da América e do Mundial de Clubes. Com seu estilo raçudo, tornou-se ídolo da exigente Fiel Torcida.

Ao todo, Ralf conquistou oito títulos pelo Corinthians e deixou a equipe como o 14º jogador no ranking daqueles que mais atuaram com a camisa alvinegra. Foram 437 jogos e dez gols – o número de gols mostra que o forte de Ralf era o desarme e não a chegada ao ataque.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Neymar perde chance da Premier League por essa única razão

Agora vai? Presidente do Flamengo se reúne com Bolsonaro para tentar retorno aos treinos