in

Reinier Jesus ou Militão: brasileiros do Real Madrid com vida difícil

Reinier - O Globo
Publicidade

Na Espanha, ainda não tem qualquer previsão sobre o regresso do futebol. Real Madrid e Barcelona estavam disputando o título da Liga espanhola, que ficou interrompido por essa pandemia. Uma situação que pode prejudicar muito Reinier Jesus, que chegou somente em janeiro no futebol europeu, e quase não teve chances para mostrar seu valor. O país está sendo um dos mais afetados com esse surto do novo coronavírus, já com mais de 26 mil vítimas mortais por Covid-19. 

Situação difícil para o ex Flamengo Reinier Jesus

Porém, os times estão regressando nos treinamentos, mas estão dando alguns casos positivos para a doença, o que dificulta tudo. Os jogadores realizam testes para a Covid-19, e estão aparecendo alguns casos positivos, que precisam ficar fora do time, durante a doença. Fica difícil de pensar nesse regresso, quando os times não estão completos, e que as infeções podem continuar acontecendo. 

Enquanto o futebol não regressa, os dirigentes vão planejando o próximo mercado de transferências, reorganizando os elencos, pensando mais na próxima temporada do que no que está faltando no restante dessa época. É também esse o caso do Real Madrid, que tem também essa questão das vagas comunitárias, com um excedente de jogadores para as poucas vagas. O que poderia ser particularmente delicado para Reinier Jesus, a última contratação do Real Madrid até o momento.

Publicidade

Reinier sem vaga extra comunitária

O jovem brasileiro, de 18 anos de idade, chegou nesse janeiro a Madrid, mas quase nem teve tempo para se mostrar para Zidane ou para Raul Gonzalez, ele que ficou logo colocado no time de reservas. O ex Flamengo não teve espaço para entrar, no meio da temporada, no elenco principal do Real Madrid, precisamente por essa situação das vagas comunitárias, que estavam já todas preenchidas. 

Publicidade

Claro que Reinier poderia ter aproveitado esse restante de temporada para provar merecer uma vaga na próxima temporada. No entanto, essa pandemia paralisou todo o futebol e o jogador nem no time de reservas pode mostrar sua capacidade. O jovem brasileiro mostrou ainda muito pouco, por falta de oportunidades, dificultando muito sua situação para a nova temporada. 

No momento, o Real Madrid tem suas vagas extra comunitárias preenchidas com Vinícius Júnior, Éder Militão e Rodrygo Goes, precisamente três jovens brasileiros, ainda com muito potencial para o futuro. no caso dos dois atacantes brasileiros, Vinícius e Rodrygo, eles devem seguir no elenco, porque são aposta de Florentino Pérez para o presente e para o futuro. 

Reinier e Militão brigam por vaga no Real Madrid

Diferente é a situação do zagueiro Militão. O jogador, de 22 anos de idade, ainda não conseguiu convencer Zidane, durante essa sua temporada de estreia no futebol espanhol. Militão chegou do São Paulo para o Porto, em 2018, e logo mostrou uma qualidade enorme, se afirmando rapidamente no time português. 

O Real Madrid não teve dúvidas em pagar logo 50 milhões de euros pelo brasileiro, em janeiro de 2019, com o jogador terminando ainda essa temporada no Porto. As coisas não poderiam ter corrido melhor para Militão, em sua primeira temporada na Europa, pulando logo para um dos maiores times do mundo. Porém, no Real Madrid, tudo bem mais difícil para o jogador. Tapado por Sergio Ramos e Varane, o jogador não está convencendo completamente em suas oportunidades. 

Então, já se fala em um possível empréstimo na próxima temporada e o jogador poderia mesmo regressar no Porto, cedido por uma temporada. Acontecendo isso, Reinier teria novas chances de ficar na vaga de Militão. Porém, tudo muito complicado ainda para os dois brasileiros. De acordo com o Don Balón, Ronaldo, o Fenômeno, também estaria pressionando Florentino Pérez para levar Reinier para o Valladolid, onde ele poderia evoluir um pouco mais, antes de regressar no Real Madrid.   

Publicidade
Next post

Augsburg x Wolfsburg: saiba como assistir o jogo do Alemão ao vivo

Felipe Melo revela momento que quase deixou Palmeiras e refuta negociação com Boca