in

Ex-jogador do Barcelona faz ‘lobby’ por retorno de Neymar: ‘O time precisa dele’

Divulgação - Barcelona
Publicidade

Apesar de toda a crise que assola o futebol mundial em decorrência da pandemia do coronavírus, o mercado da bola segue agitado o surgimento de vários rumores. Destaque na última janela de transferências, o atacante Neymar tem novamente seu nome ligado a uma possível transação para o Barcelona. 

Em entrevista ao El Transistor, o ex-jogador do time catalão, Bernd Schuster, comentou sobre o possível regresso do brasileiro à Catalunha, e não poupou elogios ao camisa 10 da Seleção Brasileira e do Paris Saint-Germain. Segundo o alemão, Neymar deve ser a grande prioridade dos culés no mercado da bola.

Publicidade

“Eu venderia a Costa Brava para trazer Neymar , o Barça precisa dele, Lautaro é bom e ele poderia se encaixar, mas acho que o Barça tem sido manco desde a partida de Neymar e Iniesta . Falta um jogador que dribla e um contra um”, disse Schuster.

O ex-jogador blaugrano ainda aproveitou para criticar dois jogadores do comando ofensivo do Barcelona, afirmando que nenhum Griezmann e Ousmane Dembélé fizeram com que o Barcelona se tornasse forte como na época em que tinha Neymar completando o trio com Luis Suárez e Lionel Messi. 

Publicidade

Ainda no papo, Schuster afirmou que não coloca Kylian Mbappé no mesmo nível do atacante brasileiro, e se mostrou impressionado com a facilidade do camisa 10 na adaptação de composição do trio MSN.

Situação de Neymar

Contratado pelo PSG em 2017 junto ao Barcelona pelas astronômicas cifras de 222 milhões de euros, o atacante brasileiro tem vínculo com o clube francês até junho de 2022. Diferentemente do ano passado, o camisa 10 vivencia um momento mais tranquilo no time parisiense, e se mostrou decisivo na classificação dos comandados de Thomas Tuchel para as quartas de final da Champions League da atual temporada.

Publicidade
Next post

Corinthians: torcida aprova possível volta de Tévez ao Timão e vai à loucura

Atlético-MG: 1º reforço de Sampaoli, destaque da Série A pode chegar de graça