in

Caso Ronaldinho: a mulher que complicou a vida do ex-craque no Paraguai

Arquivo Pessoal Dalia Lopez
Publicidade

Ex-craque do futebol, conhecido e querido em todo mundo, Ronaldinho vive um momento delicado de sua vida. Aos 40 anos, o ex-atleta está preso no Paraguai desde o dia 6 de março. Dois dias antes, ele e seu irmão, Roberto Assis, foram detidos com cédulas de identidade e passaportes falsos.

Os documentos apontavam uma coisa que eles nunca foram: paraguaios naturalizados. Desde 7 de abril, os brasileiros foram encaminhados para a prisão domiciliar e seguem em hotel de luxo do centro histórico de Assunção, capital do país vizinho ao Brasil.

Mulher que convidou Ronaldinho segue foragida

Por trás da prisão de Ronaldinho e Assis está a empresária Dalia López. Bastante conhecida no Paraguai, ela foi a responsável por convidar o ex-craque do Barcelona e da seleção brasileira para participar de eventos na capital do Paraguai.

Publicidade

Ronaldinho participaria do lançamento de seu livro e também de um evento beneficente. Dalia López mescla o gosto por roupas de grifes, gastronomia exótica e perfumes caros com a realização de ações solidárias, conforme explicou em entrevista a revista Caras do Paraguai, em fevereiro.

Publicidade

A empresária teve a prisão decretada pela polícia, mas segue foragida. Ronaldinho, Assis e outros envolvidos não tiveram a mesma sorte que ela e estão detidos. As investigações seguem e houve até supostos indícios de lavagem de dinheiro. 

Os advogados da empresária chegaram a dizer que ela se entregaria. Depois, apresentaram um pedido de habes corpus genérico em que explicavam que Dalia entrou com ação porque estava em perigo iminente de ser privada de sua liberdade física.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Palmeiras: Getafe procura Verdão e pode decidir o futuro de Deyverson

Edílson diz que jogou mais que Neymar e ‘humilha’ craque do PSG