in

Jornal afirma: Real Madrid não mandará jogos restantes no Bernabéu; entenda o motivo

Divulgação - Real Madrid
Publicidade

Em meio à pandemia do coronavírus, o Real Madrid voltou aos treinamentos nesta segunda-feira (11) em seu CT, em Valdebebas. Na última semana, o time merengue realizou testes da Covid-19 em seu elenco e nenhum jogador foi diagnosticado com a doença. A paralisação das competições tem servido para o clube merengue adiantar as obras em sua casa, o Santiago Bernabéu, que dificilmente será palco de jogos dos comandados de Zidane assim que o futebol for retomado.

De acordo com informações do jornal “As”, o Real Madrid realizará os jogos restante em um pequeno estádio que fica no próprio CT. O palco é utilizado pelo Real Madrid B, o Castilla, em jogos da terceira divisão nacional. Recentemente contratado pelo clube merengue, o brasileiro Rodrygo, ex-Santos já atuou no campo.

Segundo o periódico espanhol, a diretoria do Real Madrid optou pela medida de não atuar no Bernabéu enquanto a presença do público não for permitida pelo governo da Espanha. A tendência é que a liberação da torcida só se dará no próximo ano, bem possivelmente já com a temporada 2020/21 em andamento.

Publicidade

Evolução na reforma

Diante disso, o clube merengue aproveitará o tempo para viabilizar mais passos da obra do Bernabéu, que já teve boa parte do seu teto removido. Após o “pico” maior da pandemia na Espanha, a retirada da estrutura foi retomada no último dia 20 de abril.

Publicidade

Segundo o “As”, o Real Madrid já teria conseguido a liberação da La Liga para mandar os jogos restantes no mini-estádio. Com o cenário positivo, a diretoria merengue já trata de buscar condições básicas para jogar no local, como iluminação, placas de publicidade e instalações para abrigar a cabine do VAR.

Publicidade
Next post

Gerson foi procurado pelo Corinthians e pai conta todos os detalhes

Santos bate o martelo e exige R$ 48 milhões do Athletico-PR: ‘não vamos perdoar’