in

Zagueiro italiano detona Felipe Melo em biografia: ‘Era uma maçã podre’

Publicidade

Conhecido por não ter papas na língua e dono de um temperamento forte, o volante/zagueiro Felipe Melo está presente na biografia do zagueiro Chielini, e o italiano não economizou nas críticas ao ex-companheiro de Juventus. Antes mesmo de publicar a autobiografia, que deve sair nos próximos dias, o defensor revelou alguns episódios que estarão na obra em entrevista ao “La Repubblica”.

Chielini afirmou que durante a sua carreira conviveu com dois jogadores muito polêmicos, classificando a dupla como os piores que ele já trabalhou dentro do futebol: Balotelli e Felipe Melo.

“Balotelli é uma pessoa negativa que não tem nenhum respeito pelo grupo. Na Copa das Confederações de 2013 ele não nos ajudou em nada. No entanto, o pior era o Felipe Melo: o pior dos piores. Não aguento pessoas que não tem respeito e que são sempre do contra. Você sempre está à beira de brigar com ele. Eu disse aos dirigentes que ele era uma maça podre”, disparou o zagueiro da Azurra.

Publicidade

Felipe Melo defendeu as cores da Juventus por duas temporadas (2009 a 2011). Posteriormente, o volante se transferiu para o Galatasaray, onde se consolidou como ídolo, voltou à Itália para atuar pela Inter de Milão, e na sequência chegou ao Palmeiras.

Publicidade

Surpresa com Higuaín

Na entrevista, Chiellini revela que se surpreendeu positivamente o atacante Gonzalo Higuaín. Mesmo o odiando como rival, o defensor afirmou que o jogador argentino é generoso e que precisa de carinho para alimentar seu potencial. No momento, Higuaín tem seu futuro indefinido na Velha Senhora.

Publicidade
Next post

Felipe Melo foi peça chave para redução salarial no Palmeiras; entenda

Jornal divulga lista com os melhores estádios do mundo; três brasileiros figuram no top-40