in

Palmeiras: possível aposentadoria de Luxemburgo pega a todos de surpresa no Verdão

Divulgação Palmeiras
Publicidade

Aos 67 anos, Vanderlei Luxemburgo caminha para o fim de sua vitoriosa carreira. O treinador começou seu trabalho no começo dos anos 1990. O seu primeiro grande momento na carreira foi o trabalho realizado no Palmeiras. Sob o seu comando, o time saiu da fila de 16 anos sem títulos, em 1993, ao conquistar o Campeonato Paulista sobre o Corinthians.

Na mesma década, Luxa brilhou também na equipe alvinegra, onde foi campeão brasileiro em 1998. Neste mesmo ano, após a Copa do Mundo da França, Luxemburgo assumiu o comando da seleção brasileira. O trabalho chegou ao fim antes do esperado e ele não conseguiu disputar a Copa do Mundo de 2002.

Em 2003, Luxemburgo voltou a fazer um grande trabalho e encantou a todos comandando o Cruzeiro. A equipe mineira foi a primeira campeã da história do Brasileirão de pontos corridos. Naquele mesmo ano, o time de Alex e companhia conquistou o título da Copa do Brasil ao bater o Flamengo.

Publicidade

Luxemburgo pensa no fim da carreira

Em transmissão ao vivo promovida pelo Palmeiras, Vanderlei Luxemburgo falou sobre aposentadoria. O treinador chegou ao Verdão no começou deste ano, para sua quinta passagem pelo clube, e tem contrato válido até o fim de 2021. Luxa deixou claro quais são seus objetivos.

Publicidade

“Minha carreira não está longeva mais, né? Está muito mais próxima de terminar. Quem sabe eu não termine minha carreira no Palmeiras com uma grande conquista. Aí posso me aposentar… Seria uma coisa muito boa. Para mim seria muito gostoso”, afirmou o treinador.
Neste momento, o futebol está paralisado devido a pandemia do novo coronavírus e não há previsão de quando vai retornar.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Pai de jogador do Fla descumpre protocolo e revela resultado de exame de Covid-19 do filho

Gabigol provoca rivais em meio à pandemia: ‘torcida não vai ver os caras’