in

Jogador do Grêmio e mais dois funcionários testam positivo para o coronavírus

Lucas Uebel - Divulgação - Grêmio
Publicidade

A pandemia do coronavírus segue assolando a população brasileira e também tem impactado diretamente no futebol. De volta aos treinos desde a última segunda-feira (07), o Grêmio tem três casos positivos para a Covid-19, de acordo com apuração do Globoesporte.com

Respeitando a quarentena no Rio de Janeiro, o atacante Diego Souza foi diagnosticado com a doença e sequer se apresentou para a retomada dos trabalhos na capital gaúcha. O jogador cumprirá o isolamento social ao menos até a próxima semana. O Rio de Janeiro aparece como o segundo estado com o maior número de casos do coronavírus.

Em nota oficial divulgada nesta quinta-feira (07), o Tricolor informou que nenhum atleta testado CT Luiz de Carvalho foi diagnosticado com a doença. Além de Diego Souza, dois funcionários deram positivo para a Covid-19, ambos foram comunicados do resultado e terão que cumprir a quarentena em suas respectivas residências, sob acompanhamento do departamento médico do clube.

Publicidade

Publicidade

Volta aos trabalhos

Mesmo sem ter um prazo definido para a retomada dos certames, o Grêmio optou por voltar às atividades. Respeitando todas as recomendações estabelecidas, o elenco iniciou os trabalhos físicos no gramado nesta manhã, sem nenhum tipo de contato próximo.

Na terça-feira, 15 atletas deram início à reapresentação no CT Luiz Carvalho. No dia seguinte, mais 20 membros do elenco principal também cumpriram todo o protocolo, passando por uma câmera térmica e respondendo um questionário feito pela CBF.

Por fazer parte do grupo de risco da doença, o técnico Renato Gaúcho segue no Rio de Janeiro respeitando a quarentena.

Publicidade

Fifa dá ultimato e Sport pode sofrer dura punição caso não pague dívida da compra de André

Lutador de MMA diz que fez de tudo para ser infectado com coronavírus e motivo surpreende