in

Vai voltar! Campeonato na Europa tem data para ser retomado oficialmente

Divulgação - Adidas
Publicidade

Mesmo em meio à pandemia do coronavírus, as federações juntamente com a Uefa e Fifa buscam alternativas para retomar o futebol na Europa. Com os casos sofrendo uma redução expressiva nos últimos dias, o esporte que é considerado importantíssimo na economia dos países de ponta podem voltar, respeitando todos as limitações e recomendações estabelecidas pelas autoridades.

Primeiro país a autorizar a volta dos times aos treinamentos, a Alemanha será “pioneira” no regresso dos certames do Velho Continente. Após liberação da chanceler Angela Merkel, a DFL confirmou nesta quinta-feira (07) que a Bundesliga será reiniciada no dia 16 de maio. Para esquentar a volta do futebol no país, o clássico entre Borussia Dortmund x Schalke 04 será o responsável por reiniciar o esporte na Europa em tempos de pandemia.

Publicidade

Intitulado de dérbi do Vale do Rhur, o embate é válido pela 26ª rodada do Campeonato Alemão. Os aurinegros aparecem na segunda posição e brigam pelo título contra o arquirrival Bayern de Munique, que entrará em ação no dia seguinte. A dupla está separada por quatro tentos (55 a 51).


“Está previsto que a última rodada da Bundesliga aconteça no dia 27 de junho. Como é necessário um ajuste do cronograma básico para o agendamento dos dias de jogo até o final da temporada, atualmente há negociações finais de coordenação com o DFB (federação de futebol alemão)”
, diz trecho da nota oficial da DFL.

Publicidade

Portões fechados

O restante da Bundesliga da temporada 2019/20 será realizado sem a presença dos torcedores nas arquibancadas. Para que o certame seja retomado, o governo alemão exigiu que todos os atletas fiquem em isolamento total por pelo menos uma semana.

Após vivenciar o “pico” da pandemia, a Alemanha iniciou no mês de abril um afrouxamento das medidas de isolamento social, permitindo que aos poucos, os trabalhos nos clubes pudessem ser retomados.

Publicidade
Next post

Rivaldo afirma que Messi é culpado por brasileiro não dar certo no Barcelona

Como Bolsonaro, Palmeiras e Flamengo deixaram a Globo em situação financeira complicada