in

Palmeiras: jogador se vê desvalorizado e desabafa: ‘Isso não se faz com ninguém’

Divulgação Palmeiras
Publicidade

O meio-campista venezuelano Alejandro Guerra foi contratado pelo Palmeiras em 2017. No ano passado, o jogador acabou emprestado ao Bahia. Após retornar da passagem pelo Tricolor, Guerra não gostou do que tem acontecido com ele no Palmeiras. O jogador está afastado por decisão da comissão técnica e falou sobre isso em entrevista ao podcast El Drink Team.

Na conversa, Alejandro Guerra revelou que está triste com a situação e que vê tudo como falta de respeito. Pelo Verdão, Borja conquistou o Campeonato Brasileiro de 2018. Em 2016, o meia foi campeão da Copa Libertadores da América pelo Atlético Nacional, da Colômbia. Guerra foi revelado pelo Caracas, de sua terra natal.

Borja lamenta afastamento no Palmeiras

O treinador Vanderlei Luxemburgo foi contratado pelo Palmeiras no começo deste ano. O afastamento de Guerra foi decisão da comissão técnica comandada por ele. O meio-campista, que tem 34 anos, lamentou a situação vivida dentro do clube.

Publicidade

“Estava treinando à parte, em outro horário. Isso não se faz com ninguém, é uma falta de respeito, em todos os sentidos da palavra. Se a equipe treina de manhã, eu treino à tarde. Se a equipe treina à tarde, eu treino de manhã”, afirmou Guerra, que classificou a situação como“uma falta de respeito”.

Publicidade

Guerra também disse que a situação o deixa bastante triste e o faz colocar em dúvida o seu próprio futebol. Segundo o atleta, o que lhe dá forças neste momento é estar em casa com a sua família. Com a paralisação do futebol devido a pandemia do novo coronavírus, o jogador está em casa.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Luxemburgo elogia atitude de jogadores do Palmeiras durante a quarentena

Robinho vem aí? Presidente do Santos fala sobre contratação do atacante